|
  • Bitcoin 102.490
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Reportagem

m de leitura Atualizado em 09/01/2022, 11:07

Ano novo começa com avanço acelerado da gripe e Covid

Primeira semana de 2022 tem agências bancárias fechadas, postos de saúde lotados, voos cancelados, além de contaminação de atletas e até do governador

PUBLICAÇÃO
sábado, 08 de janeiro de 2022

Celso Felizardo, Simoni Saris e Vítor Ogawa - Reportagem Local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Após um longo período em queda, as taxas de contaminação da Covid-19 voltaram a subir com velocidade preocupante em todo o país. Apontada como mais contagiosa, a variante ômicron tem impulsionado as estatísticas. Além disso, a chegada da Influenza H3N2, com seus sintomas semelhantes aos da Covid-19, provoca uma corrida às unidades de saúde. 

Imagem ilustrativa da imagem Ano novo começa com avanço acelerado da gripe e Covid Imagem ilustrativa da imagem Ano novo começa com avanço acelerado da gripe e Covid
|  Foto: Gustavo Carneiro - Grupo FOLHA
 

Os efeitos da contaminação em alta já são sentidos em em vários segmentos da sociedade no Paraná. Nesta sexta-feira (7), a assessoria do governador informou que Ratinho Junior (PSD) testou positivo para Covid-19. 

Agências bancárias amanheceram fechadas em Londrina, Maringá e Paranavaí após casos positivos da doença entre funcionários. 

O setor de turismo já sofre com a nova onda da Covid-19. No Litoral, a Prefeitura de Guaraqueçaba fechou o acesso de visitantes à ilha de Superagui após um surto no local.

LEIA TAMBÉM:

- UEL mantém o retorno das aulas presenciais para 24 de janeiro

Está com sintomas de síndrome gripal? Veja como evitar transmissão

Companhias aéreas começaram a cancelar voos por causa do aumento no número de dispensas médicas de tripulantes contaminados com Covid e gripe.

O Londrina Esporte Clube confirmou que cinco pessoas do departamento de futebol testaram positivo para a Covid. 

O grande número de pacientes em busca de consultas para síndromes respiratórias tem pressionado o sistema público de saúde e até mesmo o privado, que sofre para dar conta de atender a grande demanda por testagens. 

A semana foi marcada pela superlotação na UPA Sabará, na zona oeste. Com mais de mil atendimentos diários na unidade de referência, a secretaria municipal de Saúde precisou reforçar a rede exclusiva, com UBS da Vila Casoni, que começou a atender casos de gripe e Covid na quinta-feira (7) e a UBS do Guanabara, na zona sul, que também passa a atender de forma exclusiva neste sábado (8).

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1