Prefeito confirma seis casos de coronavírus em Londrina e oito crianças internadas com suspeita


Vitor Struck - Grupo Folha
Vitor Struck - Grupo Folha

No dia em que Londrina e várias cidades do Brasil registraram manifestações pela retomada das atividades do comércio, pauta encabeçada pelo presidente Jair Bolsonaro ao longo da semana, o Paraná teve as primeiras mortes por coronavírus confirmadas pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde). Em Londrina, a prefeitura confirmou que há seis casos da doença e 54 pacientes graves internados sob investigação. Destes 46 são adultos e oito crianças. Treze adultos e duas crianças estão em unidades de terapia intensiva. Também nesta sexta-feira (27), o governo do Paraná confirmou 19 novos casos de covid-19, elevando para a 125 o número total de confirmações da doença no estado. 


.
. | Fiocruz
 


De acordo com a Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Maringá, as vítima fatais são um idoso de 84 anos e uma mulher de 54 anos, que estavam sendo monitorados e faziam parte da lista de casos suspeitos da doença no município. 




LEIA TAMBÉM:


Coronavírus: apenas pacientes internados estão sendo testados em Londrina


Buzinaço pede reabertura do comércio em Londrina


Em seguida, em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais oficiais do governo, o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, lamentou a confirmação dos óbitos e reafirmou a importância do isolamento social como principal medida para atrasar o contágio. 


"Gostaria de informar com muita tristeza a confirmação destes dois óbitos de paranaenses de Maringá. Quero prestar as condolências não só ao prefeito Ulysses (Maia), mas ao Paraná e a todos", lamentou. 


CAMBÉ 


A cidade de Cambé (Região Metropolitana de Londrina) registrou o primeiro caso da doença. O paciente, um homem de 37 anos, diabético, estava internado em estado estável , sem necessidade de oxigênio suplementar, no Hospital São Francisco Instituto Vida.  

 

SESA 


As novas confirmações do boletim da Sesa são de Cascavel (3), Cianorte (1), Guarapuava (1), Curitiba (5), Maringá (4), Iretama (1), Campo Mourão (1), Umuarama (1), Guaíra (1) e União da Vitória (1). Londrina continua com três casos diagnosticados de forma oficial pela pasta. A confirmação de mais três casos foi feita na noite de sexta (27) pelo prefeito Marcelo Belinati,. 


Os pacientes recém-diagnosticados no Paraná têm idades entre 22 e 84 anos. Nove estão em isolamento hospitalar e seis estão internados em UTIs. O Paraná ainda possui 1.078 casos em investigação e 2.004 já foram descartados. 


Já em Maringá, 60 casos suspeitos estão em isolamento domiciliar e 50 precisaram ser internados. Dos que estão internados, 31 são adultos e 13 necessitam dos cuidados de uma UTI. Os outros 19 pacientes são crianças, sendo que cinco permanecem sob os cuidados dos leitos de UTI. Dentre os pacientes que tiveram o diagnóstico de Covid-19 confirmado pelo Lacen (Laboratório Central do Estado), está o ex-prefeito de Maringá, Sílvio Barros.     


BOLSISTAS 


A Sesa também divulgou que o combate ao coronavírus "ganhou" a ajuda de 796 bolsistas da área da saúde divididos em todas as regiões do estado nesta sexta-feira. Profissionais e estudantes vão ajudar no atendimento em centrais de informações, atenção às divisas rodoviárias do estado, atendimento à população em hospitais e outros estabelecimentos de saúde e junto ao Lacen e ao Cievs (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde).(Colaborou Laís Taine) 


(Atualizada às 20h55)



LEIA MAIS:


Coronavírus: apenas pacientes internados estão sendo testados em Londrina




Voluntários estão levando lanches para profissionais de saúde no HU

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo