Salvos pelo isolamento natural

Pandemia é menos estressante na zona rural, mas não deixa de ser motivo de preocupação para os moradores

Vitor Struck - Grupo Folha
Vitor Struck - Grupo Folha

Nas ruas, quase ninguém caminhava. Próximo da Igreja do Patrimônio Guairacá, o silêncio só era quebrado pelo barulho das folhas secas varridas por um funcionário da Prefeitura de Londrina. E o que era até agradável aos ouvidos, subitamente também se quebrava com o barulho dos - poucos - carros, motos ou caminhões, a maioria antiga, que demoravam a passar no vasto horizonte de uma estrada rural.  


Guairacá
Guairacá | Gustavo Carneiro
 


A pandemia de Covid-19 nos distritos rurais de Londrina é, sem dúvida, um fenômeno menos estressante e dramático, porém não menos perigoso e preocupante, do que quando observado com os olhos de um morador da "cidade grande". E até alguns nativos concordam, caso do agricultor Vitor Araújo, 59. Bem humorado, não deixou de ressaltar que encontra-se na hora certa e no lugar certo, “protegido” pela própria condição de vida. "Hoje nós é que 'tamo' na vantagem", ri.  



 

Guairacá
Guairacá | Guairacá
 


Para quem se lembra de outra catástrofe mundial recente - os tsunamis no Sudoeste Asiático que varreram cidades e deixaram 300 mil mortos no Natal de 2004, é como comparar a situação destes moradores com a do casal de médicos brasileiros Karina Dubeux e Isac Szwarc, protegidos pela sorte e pelos encantos da natureza nas profundezas do mar. A incrível história do "casal tsunami" foi retratada na obra "Salvos por Um Mergulho", uma reflexão sobre o quanto valorizar o presente e agradecer pelo dia de hoje é fundamental para a garantia da saúde do corpo e da mente, seja no silêncio das profundezas do Oceano Índico ou em frente à igrejinha do Patrimônio Guairacá. 


Em busca de retratar os impactos da pandemia de Coronavírus na vida de quem mora na zona rural, a reportagem especial da FOLHA percorreu cerca de 60 quilômetros também até os Distritos de Paiquerê e Irerê. Atualmente, cerca de 20 mil pessoas vivem em um estado de isolamento social nos nove distritos rurais de Londrina, onde ainda não há registros de casos suspeitos de Covid-19. Com a amplitude da situação, estes moradores também ganham o título de "cidadãos do mundo" ao viverem, contarem e decidirem os rumos da própria história, algumas contadas nesta edição.  


Guairacá
Guairacá | Gustavo Carneiro
 



LEIA TAMBÉM:


Ficar em casa: desafio para idosos e jovens




Situação econômica: choque de oportunidades


Corra para as colinas! Pandemia da Covid-19 causa fenômeno de migração urbana

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo