|
  • Bitcoin 122.108
  • Dólar 5,0643
  • Euro 5,2241
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 05/07/2022, 16:51

Concurso da Guarda Municipal de Londrina tem vagas ampliadas

Inicialmente, município pretendia contratar 35 agentes, mas aumentou o chamamento para 50; corporação completa 12 anos

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 05 de julho de 2022

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Gustavo Carneiro - 08/06/2022
menu flutuante

O concurso da GM (Guarda Municipal) de Londrina agora vai oferecer 50 vagas iniciais ao invés de 35, como foi a primeira previsão divulgada pelo município. Neste início de semana o prefeito Marcelo Belinati assinou a autorização com o incremento na contratação. De acordo com a secretaria municipal de Defesa Social, o número deve repor os agentes que deixaram a corporação nos últimos quatro anos. Atualmente são cerca de 310 guardas. 

“Quando demos início ao processo licitatório, o pedido inicial de 35 vagas foi a partir do diagnóstico (da época) daqueles que saíram porque pediram demissão, mudaram de emprego ou foram exonerados em processo administrativo disciplinar. Como a pandemia de Covid-19 impediu que o processo avançasse na rapidez que esperávamos, nesse lapso de tempo outras 15 vagas surgiram e fizemos novo pedido”, explicou Pedro Ramos, secretário de Defesa Social. 

LEIA TAMBÉM:

+ Convocação do concurso da GM levará em conta efetivo de mulheres

+ Guarda Municipal vai ampliar monitoramento com mais 82 câmeras

A prefeitura fará uma retificação no edital formalizando a alteração. “A partir do momento em que insere a autorização no edital, ela passa a ser uma obrigação para que exista segurança de que a primeira turma será composta de 50 pessoas”, destacou a secretária municipal de Recursos Humanos, Julliana Faggion Bellusci. O concurso terá validade de dois anos, com possibilidade de renovação pelo mesmo período. 

As inscrições estão abertas até as 17h desta quinta-feira (7) e podem ser feitas no site cops.uel.br. A taxa deve ser quitada até sexta-feira (8) e custa R$ 43. A estimativa era de que aproximadamente 14 mil pessoas participassem. “O que já visualizamos é que é possível que não chegue nos 14 mil”, ponderou Bellusci. As provas dissertativas e objetivas serão aplicadas em sete de agosto. O resultado da classificação final dos candidatos aprovadas, inclusive na prova de aptidão física, vai sair em 30 de setembro. 

No final da semana passada o poder público regulamentou, via decreto, a concessão de auxílio financeiro aos candidatos convocados para o curso de formação da Guarda Municipal. Os aprovados receberão 50% da remuneração do cargo, que é de R$ 3.364, ou seja, R$ 1.682. O candidato que abandonar ou desistir do curso terá que devolver integralmente os valores recebidos. 

ANIVERSÁRIO 

A Guarda Municipal completou nesta terça-feira (5) 12 anos de existência. Uma cerimônia em frente ao prédio da prefeitura marcou a data e também homenageou o agente mais antigo e outros servidores que têm se destacado. Quarenta e seis novos guardas municipais mirins, da escola municipal Anita Garibaldi, também participaram do evento. 

A corporação foi idealizada para ter mil agentes, quantidade que nunca foi alcançada. De acordo com Pedro Ramos, a GM tem buscado formas de compensar o problema com efetivo apostando na organização e na tecnologia. “É evidente que gostaríamos de ter um efetivo maior, mas sabemos que o município tem uma capacidade financeira e orçamentária e também outras demandas. O que temos feito é equacionar recursos, lançar mão de ferramentas, como a tecnologia, que permite melhor prestação de serviço sem onerar tanto a folha de pagamento”, pontuou. 

Aniversário da GM foi celebrado com evento em frente à prefeitura Aniversário da GM foi celebrado com evento em frente à prefeitura
Aniversário da GM foi celebrado com evento em frente à prefeitura |  Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
 

Inicialmente, o foco da GM era o cuidado dos prédios públicos, no entanto, ao longo dos últimos anos ganhou outras responsabilidades, como a Patrulha Maria da Penha, fiscalização da lei seca municipal e poluição sonora. “A guarda começou incipiente, mas surgiram outras demandas da própria sociedade e fomos crescendo em conteúdo e volume de trabalho. O maior avanço que houve foi o fato de termos ganhado consistência”, avaliou. 

NOVA SEDE 

A secretaria tem um projeto de implementar um plano de carreira e está em negociação para aquisição de um imóvel na área central de Londrina, que deverá receber toda a estrutura da guarda, que hoje está dividida em quatro locais diferentes. O pagamento será por meio de terrenos do município. “Esperamos que com a conclusão da avaliação dos terrenos possamos encaminhar para a Câmara um projeto de lei autorizando (a troca dos espaços).” 

****

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.