|
  • Bitcoin 121.350
  • Dólar 5,0575
  • Euro 5,2320
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 02/08/2022, 17:22

Ciclovia é construída em trecho da Angelina Ricci Vezozzo

Extensão é de 510 metros e fica entre a rua Juvenal Corrêa de Farias e a avenida Prefeito Milton Ribeiro de, na zona norte de Londrina

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 02 de agosto de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

Foto: Gustavo Carneiro - Grupo Folha
menu flutuante

A avenida Angelina Ricci Vezozzo, na zona norte de Londrina,  conta com mais um trecho de ciclovia. A faixa bidirecional tem 510 metros de comprimento por 2,5 metros de largura, construída em concreto e implantada com sinalização viária no canteiro central da avenida, entre a rua Juvenal Corrêa de Farias e a avenida Prefeito Milton Ribeiro de Menezes, até a rotatória.

A implantação foi concluída na última sexta-feira (29) e é resultado de uma contrapartida de impacto de vizinhança ao Município de Londrina, realizada pela empresa Grafflit Indústria de Tintas Ltda – Mercure Tintas, que possui empreendimento instalado e em funcionamento nessa área de abrangência.

O projeto de instalação da faixa cicloviária foi elaborado pelo Ippul  (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina), em 2020, parte dos planejamentos que integram a Rede Cicloviária de Londrina. Já a fiscalização da execução dos serviços foi realizada pela Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação. 

O trabalho foi executado por uma empresa contratada, cumprindo as exigências da legislação vigente e referentes ao EIV (Estudo de Impacto de Vizinhança).

OUTRA FAIXA

Além deste novo trecho, a Angelina Ricci Vezozzo possui outra faixa para ciclistas em seu canteiro central, com cerca de 480 metros de extensão, entre a rotatória da avenida Prefeito Milton Ribeiro de Menezes e a rua Dr. Orlando Vicentini. Este trecho foi feito por uma loteadora, também cumprindo medidas compensatórias por EIV.

Dentro de seus planos para a Rede Cicloviária de Londrina, o Ippul possui projetos de ciclovias que visam atender toda a extensão dessa avenida.

LEIA TAMBÉM:

+ Ciclovia na avenida Guilherme de Almeida terá 1,2 km de extensão

Avenida Leste-Oeste ganha semáforos para ciclistas

EIV

O EIV prevê, dentro da lei, algumas contrapartidas a serem cumpridas pelos empreendimentos, a depender do seu porte, perfil e características. Uma empresa pode ser geradora de riscos, tráfego e outros impactos urbanísticos ou ambientais, e, a partir disso, poderá precisar de um estudo de impacto para que possa se instalar, funcionar, realizar construções ou ampliações.

Referente ao seu processo de instalação na região norte, a empresa Grafflit Indústria de Tintas Ltda também precisou cumprir, anteriormente, outras medidas compensatórias de EIV para a Prefeitura de Londrina.

As ações incluíram plantio de mais de 500 mudas de árvores, manutenção de parte da área permeável do terreno, execução e manutenção de arborização e calçamento de praça na área de influência do empreendimento, serviços de reforma na UBS Novo Amparo/Moema, entre outras. (Com informações do N.Com)

¨¨¨¨

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1