|
  • Bitcoin 239.826
  • Dólar 5,5349
  • Euro 6,3186
Londrina

Política 5m de leitura Atualizado em 09/11/2021, 18:39

Com chegada de Bolsonaro, PL quer dobrar bancada de deputados no Paraná

Apoiadores que estão no PSL e DEM, como Filipe Barros, foram convidados a seguir o mesmo caminho do presidente

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 09 de novembro de 2021

Rafael Machado - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O "sim" do presidente Jair Bolsonaro ao PL (Partido Liberal) aumentou o apetite do diretório do Paraná em ampliar o número de parlamentares da legenda tanto na Assembleia Legislativa quanto no Congresso Nacional. Segundo as contas da direção estadual, o objetivo é pelo menos dobrar a quantidade de deputados. Nos dois órgãos legislativos, a sigla conta com três representantes cada. 

LEIA MAIS

Deltan Dallagnol vem a Londrina como pré-candidato, diz Podemos

Possível candidato, Moro receberá convite para vir a Londrina

Na Assembleia, fazem parte do PL o Delegado Jacovós, Gugu Bueno e Marcel Henrique Micheletto, que se licenciou do cargo para assumir a Secretaria Estadual de Administração e Previdência. Na Câmara Federal, o grupo é composto por Christiane de Souza Yared, Luiz Nishimori e Giacobo, que preside o diretório no Estado. 

Imagem ilustrativa da imagem Com chegada de Bolsonaro, PL quer dobrar bancada de deputados no Paraná
|  Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
 

"Vamos receber o presidente de braços abertos", disse o deputado federal em entrevista à FOLHA. Ele admite já ter disparado alguns convites, focando principalmente nos apoiadores de Bolsonaro que ainda permanecem no PSL e no DEM. Os partidos estão em processo de fusão para a criação do União Brasil. "Falei com o Filipe Barros, a Aline Sleutjes (que é de Castro, nos Campos Gerais) e o Pedro Lupion, mas ninguém disse se vem ou não", afirmou. 

Procurado pela reportagem, Barros confirmou a sondagem. "Me convidaram, mas estou analisando. Também estou conversando com o União Brasil. Nada decidido por enquanto", resumiu. A filiação de Bolsonaro ao PL deve acontecer no dia 22 de novembro. "É claro que a vinda dele aumenta a procura. Hoje temos 43 deputados federais. Acho que chegamos tranquilamente entre 65 e 70", pontuou Giacobo. 

O deputado garantiu que quem está dentro do PL e discorda dos posicionamentos de Bolsonaro não será pressionado a sair. "As divergências são normais na política. Faz parte da democracia", finalizou. Em Londrina, o partido tem dois vereadores, Lu Oliveira e Jairo Tamura, presidente da Câmara Municipal.  

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM