|
  • Bitcoin 121.113
  • Dólar 5,0855
  • Euro 5,2421
Londrina

GERAL

m de leitura Atualizado em 22/07/2022, 15:56

População brasileira mostra tendência de envelhecimento em uma década

A proporção de pessoas abaixo de 30 anos recuou de 49,9% em 2012 para 43,9% em 2021

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 22 de julho de 2022

Leonardo Vieceli – Folhapress
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Rio de Janeiro - Ao longo da década de 2012 a 2021, a população brasileira mostrou tendência de envelhecimento, com queda na proporção de pessoas abaixo de 30 anos e aumento entre os grupos de mais idade. É o que indica uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira (22) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

Ao longo da década analisada, a população total cresceu 7,6% no país Ao longo da década analisada, a população total cresceu 7,6% no país
Ao longo da década analisada, a população total cresceu 7,6% no país |  Foto: iStock
 

 Segundo o órgão, a proporção de pessoas abaixo de 30 anos recuou de 49,9% da população do país em 2012 para 43,9% em 2021. No período, o número de brasileiros nessa faixa etária baixou de 98,7 milhões para 93,4 milhões. Ou seja, houve queda de 5,4%. 

 No sentido contrário, a fatia com 30 anos ou mais subiu de 50,1% da população em 2012 para 56,1% em 2021. O grupo pulou de 99,1 milhões para 119,3 milhões no mesmo intervalo. O avanço foi de 20,4%. 

 Os dados integram a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Características Gerais dos Moradores 2021. Ao longo da década analisada, a população total cresceu 7,6% no país. Aumentou de 197,7 milhões para 212,7 milhões entre 2012 e 2021. 

LEIA TAMBÉM 

+ Londrina atinge 580 mil habitantes, aponta IBGE 

+ Censo e cidadania 

 Conforme o IBGE, as estimativas populacionais não incorporaram os efeitos da pandemia de Covid-19, que já provocou mais de 670 mil mortes desde 2020. 

 As projeções poderão ser ajustadas após o Censo Demográfico 2022, cujo início da coleta de informações está previsto para 1º de agosto. 

 O instituto, porém, indicou que a incorporação dos efeitos da pandemia não deve alterar tendências já levantadas, como a do envelhecimento da população. 

 Número de pessoas com 60 anos ou mais cresce quase 40% A proporção de pessoas com 60 anos ou mais aumentou de 11,3% para 14,7% entre 2012 e 2021. O número de brasileiros nessa faixa etária subiu de 22,3 milhões para 31,2 milhões. A alta foi de 39,8% na década. 

 Na população mais jovem, um dos destaques foi o número de pessoas de 14 a 17 anos, que diminuiu de 14,1 milhões para 12,3 milhões no mesmo período. A baixa atingiu 12,7%.  

PRETOS E PARDOS 

Em uma década, a população brasileira teve aumento na participação de pessoas autodeclaradas pretas e pardas. Enquanto isso, a proporção de brancos diminuiu, aponta a pesquisa. 

 A participação de pessoas pardas subiu de 45,6% para 47%. Em termos absolutos, o grupo aumentou de 90,2 milhões para 99,9 milhões, o equivalente a uma alta de 10,8%. 

 A participação de pessoas pretas, por sua vez, avançou de 7,4% para 9,1%. O contingente pulou de 14,6 milhões para 19,3 milhões, um crescimento de 32,4% na década. 

 Já a parcela de pessoas brancas recuou de 46,3% para 43%. O número absoluto passou de 91,6 milhões para 91,5 milhões, o que o IBGE considera como estabilidade. 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.