Boca Aberta tem o maior índice de rejeição


Guilherme Marconi - Grupo Folha
Guilherme Marconi - Grupo Folha

.
. | Michel Jesus
 




A pesquisa do Instituto Multicultural/FOLHA/Paiquerê FM 91,7 também mediu a rejeição dos 10 prefeituráveis de Londrina. O deputado federal Boca Aberta (Pros) lidera o índice de rejeição, com 40,9% na estimulada. Ele é o segundo colocado nas intenções de voto. Os entrevistados, neste item, responderam em quem não votariam de jeito nenhum para prefeito.


Boca Aberta tem o maior índice de rejeição
 



 

O ex-prefeito de Londrina Barbosa Neto (PDT) é o segundo com maior oposição, com 12,5%, segundo o levantamento. O atual prefeito, Marcelo Belinati (PP), tem 5% de rejeição, e na sequência estão empatados Carlos Scalassara (PT) e Tiago Amaral (PSD), com 2,3% cada um. A pesquisa mostra que 36% dos entrevistados disseram rejeitar todos os candidatos e que não votariam em nenhum.  


O diretor estatístico do Instituto Multicultural, Edmilson Leite, considera que o dado mais importante neste momento a ser apreciado para os concorrentes é o índice de rejeição. "A gente considera que a rejeição é o efeito tampão do candidato, ou seja, um candidato que tem uma rejeição alta mostra o limite onde o candidato pode chegar", avalia 


O pesquisador considera que a oposição do eleitor também sinalizará o desempenho de um candidato em um suposto segundo turno. "O efeito da rejeição impede o espaço de crescimento", conclui Leite. 


Continue lendo:


- Pesquisa aponta tendência de vitória de Belinati no primeiro turno


Analistas políticos apontam o que devem preocupar o próximo prefeito

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo