|
  • Bitcoin 103.059
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Lei do ex?

m de leitura Atualizado em 19/01/2022, 00:36

Maringá aposta em ex-londrinenses no Paranaense

Meia Matheus Bianqui foi o grande reforço da equipe da Cidade Canção, que encara o LEC no domingo, no estádio do Café

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A rivalidade entre as cidades de Londrina e Maringá estará em campo novamente no domingo (23), quando LEC e Maringá FC se encontram no estádio do Café, às 16h, pela primeira rodada do Campeonato Paranaense. E para apimentar ainda mais o confronto, o time da Cidade Canção aposta em vários ex-londrinenses para começar com o pé direito o Estadual. 

Matheus Bianqui estreia pelo seu novo clube domingo diante do LEC, no Café Matheus Bianqui estreia pelo seu novo clube domingo diante do LEC, no Café
Matheus Bianqui estreia pelo seu novo clube domingo diante do LEC, no Café |  Foto: Fernando Teramatsu/MFC
  

Entre os 16 reforços que o clube contratou para a temporada, o principal deles é o meia Matheus Bianqui, que teve 50% dos seus direitos econômicos adquiridos com o Tubarão. Na comissão técnica, além do auxiliar Silvinho Canuto, o Maringá tem outros três profissionais que recentemente trabalharam no Alviceleste. 

Leia também

LEC registra João Paulo e volante está liberado para estrear

LEC encerra negociações com investidores, mas deve se tornar SAF

Apenas sétimo colocado no último Paranaense, o Maringá quer fazer uma boa campanha para garantir calendário nacional em 2023. O time começou a preparação ainda em dezembro e realizou seis jogos-treinos, entre eles contra o FC Cascavel e Cianorte, rivais do Estadual. Não perdeu nenhum amistoso e no fim de semana venceu o Marília por 2 a 0. O último reforço apresentado foi o atacante Felipe Saraiva, 23 anos, com passagens pela Ponte Preta e Avaí. 

"Estou muito satisfeito com o elenco montado, temos mais atletas importantes chegando, quero uma disputa sadia por posição e tenho certeza de que faremos um ótimo campeonato para buscar nossos objetivos”, afirmou o técnico Jorge Castilho, ao site oficial do clube. 

Rivais

Vice-campeão em 2021, o FC Cascavel aposta na continuidade do técnico Tcheco para repetir a boa performance da temporada passada. Além do Estadual, o time do Oeste vai jogar também a Copa do Brasil e a Série D, competição cuja principal meta do clube no ano é buscar o acesso. 

O treinador ganhou nove reforços, destaque para o experiente volante França, 30 anos, e que acumula passagens por Londrina, Palmeiras, Coritiba e Figueirense. O FC Cascavel estreia no sábado (22), às 19h, quando recebe o Rio Branco. 

Eliminado nas quartas de final pelo Londrina, o Cianorte mantém pelo terceiro ano seguido no comando o técnico João Burse. O time treina desde o início de dezembro e tem como grande nome do elenco o volante Ralf, 37 anos. O ex-jogador do Corinthians praticamente não jogou no ano passado pelo Avaí, mas o Leão do Vale acredita que ele possa ainda atuar em alto nível. O Cianorte abre o Estadual diante do Coritiba, no sábado, no Couto Pereira. 

A grande novidade deste ano no Paranaense é o Independente SãoJoseense, que pela primeira vez disputa a elite do futebol do Estado. Campeão da Divisão de Acesso, o time de São José dos Pinhais tem um formato de clube- empresa e tem como embaixador o londrinense Rafinha. A empresa R13 Fussaball, da qual o lateral é sócio, é uma das parceiras do SãoJoseense na contratação de atletas. 

O técnico Marcos Skavinski, o Marcão, ex-zagueiro de Athletico e Coritiba, segue no clube, que tem dois jogadores que atuaram pelo LEC: o zagueiro Dirceu e o meia Júlio Pacato. O clube debuta no Paranaense diante do Azuriz, no domingo. 

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link