|
  • Bitcoin 146.832
  • Dólar 4,9833
  • Euro 5,2153
Londrina

Série B

m de leitura Atualizado em 03/05/2022, 07:26

Instável, Londrina encara o Bahia fora e tenta reencontrar a vitória

Sem vencer há quatro jogos, Tubarão abre a sexta rodada hoje à noite em Salvador contra o vice-líder e um dos favoritos ao acesso

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 03 de maio de 2022

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Ricardo Chicarelli/LEC
menu flutuante

Vivendo já um incômodo jejum de vitórias na Série B, o Londrina busca a reabilitação nesta terça-feira (3) diante do Bahia, às 19h, na Fonte Nova, pela sexta rodada do Brasileiro. O Tubarão não ganha há quatro jogos e começa a se preocupar com a parte de baixo da tabela. 

Caprini tem sido um dos destaques do LEC nas últimas partidas e é esperança de gols em Salvador Caprini tem sido um dos destaques do LEC nas últimas partidas e é esperança de gols em Salvador
Caprini tem sido um dos destaques do LEC nas últimas partidas e é esperança de gols em Salvador |  Foto: Ricardo Chicarelli/LEC
  

Depois de um início promissor, com a vitória sobre o Náutico na estreia, o Alviceleste mostrou muitas deficiências e não conseguiu uma sequência positiva. Foram dois tropeços no estádio do Café (empates contra Novorizontino e Vila Nova) e duas derrotas como visitante, para Criciúma e Cruzeiro. 

Leia também

Com início irregular na série B, LEC tem ainda a cara do Paranaense 

Com um a menos, LEC sofre de novo e busca empate no fim

Com cinco pontos em cinco jogos, o LEC é o 12º colocado, mas tem um ponto a mais apenas que o Guarani, que é o 17º e  realizou somente quatro partidas até aqui. Um novo revés pode deixar o time muito próximo da zona do rebaixamento. Se o futebol apresentado ainda não traz confiança total ao torcedor, ao menos o retrospecto diante do tricolor baiano é favorável ao Tubarão. 

Em oito confrontos ao longo da história, o LEC venceu quatro e empatou um. A última vez que esteve na Fonte Nova pela Série B foi em 2016 e venceu o Bahia por 2 a 1, com gols de Zé Rafael e Jô. Em 2019, os clubes se enfrentaram pelo Copa do Brasil em Salvador e os donos da casa golearam por 4 a 0. 

Depois de começar mal a temporada - sequer chegou à semifinal do Campeonato Baiano -, o Bahia está fazendo jus ao status de um dos favoritos na Série B e ocupa a segunda posição, com 10 pontos, mesma pontuação do líder Grêmio. A primeira derrota veio na última rodada, para o Ituano, por 1 a 0, no interior paulista. 

Desfalques

O técnico Adilson Batista será obrigado a fazer ao menos duas alterações no time para o jogo na capital baiana. O lateral Samuel Santos e o volante Jhonny Lucas foram substituídos contra o Vila Nova com lesões musculares e estão vetados. Luan Marchiori deve entrar na ala direita e Jean Henrique e Mandaca brigam pela posição no meio-campo. 

Poupado nas últimas duas partidas por desgaste físico, Eltinho pode reaparecer no time no lugar de Alan Ruschel, que teve estreia discreta contra o Vila Nova. No ataque, o trio formado por Caprini, Douglas Coutinho e Gabriel Santos será mantido. Fora dos planos de Adilson Batista, o atacante Marcelinho foi emprestado ao Paysandu. 

Do lado baiano, o desfalque será o atacante Raí, que sofreu uma fratura na mão na última partida. No seu lugar entra Rildo. Quem pode voltar ao time é o volante Rezende, recuperado de uma lesão muscular. Caso confirme o retorno do titular, o técnico Guto Ferreira deve optar pela saída de Patrick de Lucca. 

Imagem ilustrativa da imagem Instável, Londrina encara o Bahia fora e tenta reencontrar a vitória Imagem ilustrativa da imagem Instável, Londrina encara o Bahia fora e tenta reencontrar a vitória
|  Foto: Gustavo Pereira Padial
 

Árbitro: Felipe Fernandes Lima (MG)

Estádio: Fonte Nova

Horário: 19h

Bahia: Danilo Fernandes; Douglas Borel, Ignácio, Luiz Otávio e Luiz Henrique. Rezende, Emerson Santos, Marco Antônio e Daniel. Rildo e Davó. Técnico: Guto Ferreira

Londrina: Matheus Nogueira; Luan, Augusto, Saimon e Felipe Vieira. João Paulo, Jean Henrique (Mandaca) e Alan Ruschel (Eltinho). Caprini, Gabriel Santos e Douglas Coutinho. Técnico: Adilson Batista 

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link