|
  • Bitcoin 105.500
  • Dólar 5,2332
  • Euro 5,4814
Londrina

Cozinha & Sabor

m de leitura Atualizado em 02/06/2022, 18:36

Toda hora é hora para um suflê de chocolate

De origem francesa, a sobremesa que era servida à alta realeza do século 19 continua fazendo sucesso nas mesas comuns

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 03 de junho de 2022

Felipe Soares Luiz - Estagiário*
AUTOR autor do artigo

Foto: iStock
menu flutuante

O nome simboliza a delicadeza de um dos clássicos franceses mais famosos no mundo. Inventado em Paris no século 19, não se sabe ao certo se foi criado por Antonin Carême, de origem muito pobre que entrou na cozinha para ter um teto após ser abandonado pelos pais. Ele foi um dos primeiros da história a receber o título de “chef” e também lançar a moda do famoso chapéu usado até hoje.

Ao que se sabe sobre a história dessa iguaria de origem francesa,  o suflê  tem como origem a palavra soufflé, que significa "soprado". Desde então, essa delícia se espalhou pelo mundo e ganhou as mais requintadas formas. A regra básica, seguida desde sua invenção para servir esse prato, é servi-lo quente.

O também francês Hervé This, um dos pais da gastronomia molecular, analisou muito o clássico para entender o que garante seu crescimento e estabilidade. Ele descobriu que, ao contrário do que imaginavam, não é a clara em neve que faz o suflê crescer, mas sim a água presente nos ingredientes da massa que, ao aquecer, forma um vapor que sobe e eleva o suflê. 

O que causa sua temida descida é quando ele é retirado do forno antes da massa estar cozida o suficiente para reter esse vapor. Assim, deixando escapar o vapor e o suflê acaba murchando. Fazê-lo parece um terror, mas não é. A gente erra algumas vezes, naturalmente, mas uma hora criamos familiaridade com os cuidados e detalhes que esse prato precisa para dar certo. Errar e treinar é um jeito honesto e real de aprender a cozinha de verdade.

LEIA MAIS:

E aí, vai uma torta recheada no café da tarde?

SUFLÊ DE CHOCOLATE

INGREDIENTES:  200 g de açúcar, 4 ovos, 200 g de chocolate meio amargo e 200 g de manteiga.

MODO DE PREPARO: Derreta o chocolate em banho-maria e em seguida, derreta a manteiga. Separe as claras das gemas dos ovos, reserve as gemas. Bata as claras até que elas fiquem em ponto de neve, reserve. Bata as gemas com o açúcar até ficar um creme. Por último, delicadamente adicione as claras em neve. Adicione o chocolate e a manteiga nesse creme. Coloque no forno, que não pode estar preaquecido, por cerca de 10 a 15 minutos. Espere até que ele esteja altinho e está pronto.

Supervisão: Célia Musilli/ Editora

** Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link.