ESTACIONAMENTO ROTATIVO -

Zona Azul vai receber pelo cartão de crédito a partir deste mês

Novidade deverá otimizar trabalho de colaboradores e facilitar para o motorista; Epesmel pretende implantar pontos de venda no comércio

Pedro Marconi - Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha

 

Zona Azul vai receber pelo cartão de crédito a partir deste mês
Arquivo FOLHA
 

 


Até o final deste mês, a Zona Azul em Londrina deverá receber os pagamentos efetuados pelos motoristas com o cartão de crédito ou débito. Os colaboradores da Epesmel (Escola Profissional e Social do Menor de Londrina), que administra o estacionamento rotativo na cidade, terão à disposição equipamentos eletrônicos que vão permitir a facilidade, que ainda vai contemplar a possibilidade de regularização de pendências envolvendo o serviço. 


Segundo Wellington Marcati, coordenador da Zona Azul, a novidade deverá otimizar o trabalho dos agentes. “Dá mais condições para que as pessoas possam usar a Zona Azul de forma correta. Sabemos da importância da democratização dos espaços para que todos possam ter a oportunidade de estacionar. Continuamos com os parquímetros, moedas e cartões recarregáveis”, destacou.  


Quando o pagamento com cartão entrar em funcionamento, não será necessário o condutor colocar o comprovante no painel do veículo. As informações do horário adquirido para a vaga ficarão disponíveis para os colaboradores, assim como já acontece com quem usa o aplicativo “Estacione Legal”. Pelo aplicativo, especificamente, a pessoa coloca o tempo sozinha e de qualquer lugar. “Acreditamos que quanto mais opções para fazer o pagamento, melhor fica.” 


Além disso,a Epesmel pretende implantar pontos de venda nos comércios e prestadores de serviço, que vão intermediar a aquisição do tempo por meio de um aplicativo. A forma de pagamento ficará a critério do comerciante, podendo ser dinheiro e também o cartão de crédito e débito. Com esse conjunto de soluções a projeção é monitorar em tempo real as vagas. 


MAIS VAGAS

Londrina tem cerca de 2.400 pontos de estacionamento rotativo. A Epesmel e o poder público têm mantido conversas para ampliar este número nos próximos meses, entretanto, não há data para que isto saia do papel. A prefeitura já realizou, por exemplo, estudo sobre o serviço ser implementado na região da Gleba Palhano, na zona sul, entretanto, a ideia ainda não se tornou realidade. 


 

Zona Azul vai receber pelo cartão de crédito a partir deste mês
Gustavo Carneiro - Grupo Folha
 


“Entendemos que tem uma demanda muito grande para estacionamento rotativo em vários locais. Na renovação conversamos sobre isso (com a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização). Existe demanda por rotatividade na região da Gleba Palhano, avenida Bandeirantes, rua Mato Grosso, Mercado Shangri-lá. Entendemos que com o planejamento que estamos fazendo vai ser possível esses locais e futuros (serem contemplados)”, explicou. A hora de permanência nas vagas custa R$ 1,70.


Leia também:

CMTU explica as principais alterações no Código de Trânsito


ARRECADAÇÃO

O contrato entre município e Epesmel para continuidade do sistema foi renovado no início de ano para mais dez anos. Todo o dinheiro arrecadado com a Zona Azul é direcionado para a remuneração dos 90 colaboradores e para os projetos da Escola Profissional e Social do Menor, entidade assistencial que atende aproximadamente 1.400 crianças e adolescentes. 


Neste período de pandemia de coronavírus, a queda no valor recolhido caiu 35%. Em setembro de 2019, por exemplo, a receita chegou a R$ 438 mil. No mesmo mês do ano passado o montante foi de R$ 278 mil. A diminuição nas receitas impactou nos projetos, entretanto, não comprometeu a quantidade de atendimentos. “O comércio ficou um mês parado, houve interrupções, horário menor. Percebemos que as pessoas estão mais objetivas. Compram o que precisam e já vão embora”, comentou Marcati. 


Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo