|
  • Bitcoin 143.900
  • Dólar 4,8398
  • Euro 5,1541
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 28/03/2022, 11:16

UEM realiza vestibular para pessoas com deficiência

Prova foi realizada no domingo, com a participação de 57 candidatos; resultado será divulgado em 20 de abril

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 28 de março de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação - UEM
menu flutuante

O 1º Vestibular para PCD (Pessoas com Deficiência) da  UEM (Universidade Estadual de Maringá) foi realizada na tarde deste domingo domingo (27). Dos 68 inscritos, 57 realizaram a prova. O gabarito provisório das questões objetivas será divulgado às 15h desta segunda-feira (28) em www.vestibular.uem.br e o resultado será divulgado no dia 20 de abril.

O vestibular foi realizado seguindo rigorosos protocolos de biossegurança nas cidades de Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Ivaiporã, Londrina, Maringá, Paranavaí e Umuarama. Nesta primeira edição são ofertadas 189 vagas suplementares para ingresso no ano letivo de 2022, previsto para iniciar no segundo semestre.

A coordenadora geral da Comissão Central do Vestibular Unificado, Maria Raquel Marçal Natali, reforça que o Vestibular PCD da UEM cumpre a Lei Estadual 20.443/20 e a Resolução 41/21 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, que garantem o ingresso desse público nas instituições estaduais de educação superior e de ensino técnico. No caso da UEM, as oportunidades abrangem mais de 70 graduações presenciais.

LEIA TAMBÉM:

+ Mãe relata exclusão de filha cadeirante em parque em Londrina 

Juventude vai começar a prestar atenção no capacitismo

PROPAE

O estudante em situação de deficiência e/ou necessidades educacionais especiais pode, no ato da matrícula ou no decorrer do curso na UEM, solicitar apoio junto ao Propae (Programa Multidisciplinar de Pesquisa e Apoio à Pessoa com Deficiência e Necessidades Educativas Especiais), cuja atuação é realizada em conjunto com as coordenações dos cursos de graduação. O programa está vinculado à Pró-Reitoria de Ensino.

Os principais serviços prestados pela equipe do Propae são: a) adaptação curricular e de recursos, como impressões em Braille ou em fonte ampliada; textos digitalizados em formato acessível a acadêmicos cegos ou em situação de deficiência visual; tempo estendido e espaço físico para realização de avaliações; b) mediação pedagógica específica: tradutor/intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e monitoria especial. Para mais informações, envie um e-mail para [email protected] . (Com informações da UEM)

***

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1