|
  • Bitcoin 118.109
  • Dólar 5,2177
  • Euro 5,3453
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 07/03/2022, 04:40

UEL poderá manter fase única no Vestibular 2023

Formato da prova no ano que vem será definido nas próximas semanas pelos Conselhos Superiores

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 07 de março de 2022

Micaela Orikasa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Gilberto Abelha - UEL
menu flutuante

Pelo segundo ano seguido, o vestibular da UEL (Universidade Estadual de Londrina), neste domingo (6), é realizado em fase única. No entanto, a manutenção do formato será discutido internamente nas próximas semanas, definindo como será o Vestibular 2023.  

“Temos um apreço muito grande pelo nosso vestibular, normalmente realizado em duas fases. Ele tem uma característica muito própria, diferente dos vestibulares praticados no Brasil. Tivemos que fazer essa adaptação (em fase única) por conta da pandemia (de coronavírus) e ainda estamos nessa situação. Como sempre, aprendemos com a história. Se nosso Cepe (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão) entender que podemos continuar dessa forma, vamos manter sim, mas precisamos de uma discussão mais profunda. É uma decisão em conjunto”, afirma o reitor da UEL, Sérgio Carvalho.  

LEIA TAMBÉM:

UEL traz a mulher como tema do Vestibular 2022

Ele citou ainda que a decisão deve considerar o perfil do aluno que a universidade busca, com capacidade interpretativa e que saiba analisar conteúdos. De acordo com a coordenadora do Cops (Coordenadoria de Processos Seletivos), Sandra Garcia, o formato da prova para ano que vem será definido nos próximos 15 dias. “É o período que temos para decidir como será o vestibular de 2023. A prova começa a ser elaborada em abril. Ou continuamos com a prova ainda com a excepcionalidade de fase única ou retornaremos em duas fases”, diz. A decisão é tomada a partir de uma votação com todos os representantes do Ensino, Pesquisa e Extensão da UEL.  

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1