|
  • Bitcoin 122.761
  • Dólar 5,1481
  • Euro 5,2954
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 07/03/2022, 15:08

UBSs Guanabara e Vila Ricardo voltam a atender público geral

Atendimentos retornaram nesta segunda-feira (7); UPA Sabará e UBSs Chefe Newton e Casoni seguem exclusivos para síndromes respiratórias

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 07 de março de 2022

Micaela Orikasa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Micaela Orikasa - Grupo Folha
menu flutuante

Com a queda na procura por atendimentos de síndromes respiratórias nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do Guanabara (zona sul) e Vila Ricardo (zona leste), em Londrina, os serviços ao público geral foram retomados a partir desta segunda-feira (7). As duas unidades voltam a agendar consultas e exames, além de aplicar vacinas.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, diz que a medida se dá pelo cenário epidemiológico e pela redução na procura por serviços nessas unidades. “Nas semanas recentes, além de uma redução do número de casos confirmados de Covid-19, caiu o índice de positividade dos testes RT-PCR, que em janeiro atingiu 52,5% e, agora, está em 33,1%”, afirma. O monitoramento da situação da epidemia na cidade mostrou ainda que os atendimentos, que chegaram a somar 2.200 por dia, caíram para 450 nas últimas quatro semanas. 

Imagem ilustrativa da imagem UBSs Guanabara e Vila Ricardo voltam a atender público geral Imagem ilustrativa da imagem UBSs Guanabara e Vila Ricardo voltam a atender público geral
|  Foto: Micaela Orikasa - Grupo Folha
 

LEIA TAMBÉM:

Uso de máscaras permanece obrigatório no Paraná

+ Londrina teve recorde de casos de Covid-19 em fevereiro

Na UBS da Vila Ricardo, a média é de 150 atendimentos diários na atenção primária. Pela manhã, o movimento estava bem tranquilo. “Vim agendar alguns exames porque faço tratamento de hipertireoidismo. Quando essa unidade estava atendendo só casos respiratórios, tive que frequentar outra UBS, mas aqui é bem melhor porque moro aqui do lado”, comenta Viviane Fernanda, que utiliza os serviços da unidade há mais de seis anos.    

Na UBS Guanabara, o número diário de atendimentos é bem maior, chegando a somar mais de 350 pessoas. Um aviso na porta da unidade foi fixado para alertar a população sobre mudança, mas ainda houve procura, nesta manhã,  de pacientes com queixas respiratórias.  Na semana passada, o PA (Pronto Atendimento) do Jardim Leonor também deixou ser exclusivo de síndromes respiratórias, retomando os atendimentos de urgência e emergência.  

UNIDADES EXCLUSIVAS

Pessoas com sintomas respiratórios podem buscar atendimento exclusivo, de segunda a sexta, das 7h às 19h, nas UBSs da Vila Casoni (zona leste) e Chefe Newton (zona norte), e 24h na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Sabará, na região oeste. (Com N.Com)

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1