|
  • Bitcoin 102.490
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 20/01/2022, 11:25

Procura por testes de Covid em laboratório dificulta trânsito no centro

Atendimento drive-thru em Londrina fez fila de carros na avenida Rio de Janeiro nesta quarta-feira

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Barbara Santos (estagiária)*
AUTOR autor do artigo

Foto: Adriana De Cunto
menu flutuante

Com o aumento dos casos de Covid-19 pela variante Ômicron cresce o número de buscas do exame RT-PCR. A alta procura em um laboratório particular localizado na rua Raposo Tavares, no centro de Londrina, provocou uma extensa fila de carros na avenida Rio de Janeiro e na rua Jorge Velho na manhã desta quarta-feira (19). O atendimento em drive-thru funciona por ordem de chegada, sem agendamento prévio, e algumas pessoas relataram fila de mais de duas horas até a realização da coleta.

Imagem ilustrativa da imagem Procura por testes de Covid em laboratório dificulta trânsito no centro Imagem ilustrativa da imagem Procura por testes de Covid em laboratório dificulta trânsito no centro
|  Foto: Adriana De Cunto
    

O maior fluxo ocorreu no período da manhã, porém, ainda se via durante a tarde a fila de carros na faixa destinada à paradas e estacionamentos. O atendimento se encerraria às 17h30, mas como os testes disponibilizados diariamente se esgotaram, somente quem chegou até às 16h pôde ser atendido. Segundo informações que a reportagem conseguiu no local, são feitos aproximadamente 200 exames por dia. 

LEIA TAMBÉM

+ Cambé comemora um ano de vacinação com baixa hospitalização

+Londrina ativa mais duas unidades para atender síndromes respiratórias

+Campanha de vacinação contra a Covid em Londrina completa um ano

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Folha de Londrina (@folhadelondrina)

Dados da Fiocruz divulgados pelo secretário de saúde do Paraná, Beto Preto, apontam que a Ômicron representa 51% dos casos registrados no estado. A Secretaria de Saúde confirmou que a transmissão pela variante é comunitária. Esse alto contágio se observa nos dados da Prefeitura de Londrina, que confirma 5.679 casos desde o início do ano.

Em contrapartida, as internações pela doença não seguem o mesmo crescimento. Dos 70 leitos de enfermaria reservados para a Covid-19, somente 8 estão ocupados. Já os 51 leitos de UTI disponíveis estão com ocupação total. Londrina registrou 4 óbitos em 2022.

A baixa de internações e óbitos é resultado da aplicação de vacinas em Londrina. A cidade registra mais de 1 milhão de doses aplicadas e possui 415.050 pessoas vacinadas com as duas doses. 

 

*supervisão de Patrícia Maria Alves/ editora

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1