|
  • Bitcoin 241.178
  • Dólar 5,5349
  • Euro 6,3186
Londrina

TEMPESTADE 5m de leitura Atualizado em 26/10/2021, 14:46

Londrina registra 3º outubro mais chuvoso da história

Segundo o Simepar, tempestades como a registrada no sábado são normais para a primavera

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Vitor Ogawa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Depois de uma seca histórica em Londrina, o município registra agora volumes recordes de chuva, como a tempestade do último sábado (23). Se em julho deste ano choveu apenas 33 milímetros -  bem abaixo da média pluviométrica do mesmo período, que é de 71,3 mm, segundo o IDR-PR (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná) - outubro de 2021 é um dos mais chuvosos da história da cidade. Até agora, choveu 294,4 mm, o terceiro mais alto para este mês.   

Imagem ilustrativa da imagem Londrina registra 3º outubro mais chuvoso da história
|  Foto: Gilson Abreu - AEN
 “O outubro mais chuvoso do histórico, para Londrina, foi em 2009, com 482,6 mm. Em 2017 foram 364 mm. A média histórica para o mês é de 158,9 mm”, detalha o meteorologista Samuel Braun, do Simepar (Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná).  Segundo ele, tempestades como as que aconteceram no fim de semana e que causou estragos em vários municípios do Paraná, são normais para a primavera. “É a época em que as tempestades são comuns, com ventos fortes e granizo”, afirmou.
 

Em várias cidades do Estado o volume pluviométrico foi muito acima do habitual para esta mesma época do ano. O relatório enviado pelo meteorologista  aponta que a chuva registrada neste mês, até o dia 24, foi de 295,2 mm em Apucarana (Centro-Norte), enquanto a média histórica é de 162,2 mm; em Cambará (Norte Pioneiro) foi de 195 mm este ano contra 143,9 mm de média histórica; em Campo Mourão (Centro-Oeste) foi de 368 mm contra 175,7 mm, em Cascavel (Oeste) foi de 448,8 mm contra 219,3 mm; em Cianorte (Noroeste)  foi de 440,4 mm contra 211,2 mm; em Foz do Iguaçu (Oeste) foi de 298,4 mm contra 226,6 mm; em Guaíra (Oeste) foi de 444,4 mm contra 173,5 mm; em Maringá (Noroeste) foi de 385,2 mm contra 152,3 mm; em Ponta Grossa (Campos Gerais) 220,2 mm contra 164,4 mm; em Santo Antônio da Platina (Norte Pioneiro) 160 mm contra 74 mm; em Telêmaco Borba (Campos Gerais) 395 mm contra 144,5 mm;  em Toledo (Oeste) 419 mm contra 224,7 mm e em Umuarama (Noroeste) 334,4 mm contra 186,6 mm.

A maior "anomalia" foi registrada em Ubiratã (Oeste), que registrou 473,6 mm quando a média histórica é de 107,3 mm, uma diferença de 366,8 mm acima do valor histórico (342%). Poucos municípios paranaenses, dos locais em que há estação meteorológica, não alcançaram a média histórica para o mês: Em Curitiba (-15,5mm), Lapa (-20,9mm) e União da Vitória (-5 mm).

LEIA TAMBÉM:

- Temporal causou 215 quedas de árvores e 73 destelhamentos em Londrina

Temporal é classificado como o pior da história do interior

TEMPERATURA

A chuva também ajudou a reduzir as temperaturas. Em Londrina a média de temperatura neste mês é de 20,1ºC, contra uma média histórica de 22,7ºC para o mesmo período, ou seja -2,6ºC. A maior redução registrada no Estado foi em Cornélio Procópio, -4ºC em relação à média histórica. Neste ano, em outubro, a temperatura média foi de 19,3ºC contra 23,3ºC ao que usualmente é registrado no mesmo período em outros anos. Em Apucarana essa temperatura baixou de 21,9ºC para 19,1ºC. Em Maringá houve queda de 23,8ºC para 21,3ºC. 

RIO TIBAGI 

A chuva dos últimos dias também foi  suficiente para elevar o  volume dos leitos dos rios. De acordo com o jardineiro da Prefeitura de Jataizinho, Adalto da Silva Santos, que mora ao lado do ribeirão Jataizinho, afluente do rio Tibagi, o nível das águas subiu dois metros. “Mas os leitos estavam tão baixos com a seca antes desse período de chuvas que foi suficiente apenas para recuperar o volume normal deles”, afirmou.  

PRÓXIMOS DIAS

Nesta terça-feira (26), segundo o Simepar, a previsão é de um dia com predomínio de sol e temperaturas elevadas no Estado. Em Londrina, a máxima será de 30ºC. Porém, a partir de quarta-feira há um aumento da instabilidade, com previsão de chuvas localizadas e rápidas no Paraná. A chuva está prevista para Londrina nesta quarta e quinta-feiras e o sol volta a brilhar na sexta-feira (29). 

Receba nossas notícias direto no seu celular. Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM