|
  • Bitcoin 146.919
  • Dólar 4,9690
  • Euro 5,2244
Londrina

PASSOS DE SOLIDARIEDADE

m de leitura Atualizado em 29/12/2021, 09:21

Grupo converte corrida em tênis para alunos carentes de Londrina

Projeto chega na quinta edição e vai ajudar crianças e adolescentes de escolas públicas de Londrina e da região

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 28 de dezembro de 2021

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Cada passo promove saúde, bem estar e também solidariedade. É assim há cinco edições que o grupo de corrida Running4Help termina e começa o ano. O projeto visa ajudar crianças e adolescentes carentes de escolas públicas de Londrina e da região. Cada quilômetro percorrido, seja correndo ou caminhando, é convertido na doação de R$ 1. O dinheiro é utilizado na aquisição de tênis para os alunos. 

Cada quilômetro percorrido, seja correndo ou caminhando, é convertido em R$ 1. O dinheiro é utilizado na aquisição de tênis para os alunos Cada quilômetro percorrido, seja correndo ou caminhando, é convertido em R$ 1. O dinheiro é utilizado na aquisição de tênis para os alunos
Cada quilômetro percorrido, seja correndo ou caminhando, é convertido em R$ 1. O dinheiro é utilizado na aquisição de tênis para os alunos |  Foto: Roberto Custódio
 

A organização do roteiro de participante é feita pelas redes sociais, assim como a divulgação da iniciativa. “Temos um grupo no WhatsApp que montamos desde o início de projeto. Divulgamos e vamos adicionando as pessoas interessadas em participar. Todos os dias a pessoa corre e coloca no grupo quanto correu. No final de janeiro vamos somar e a pessoa vai pagar aquilo que correu”, explicou Luciano Pizi, um dos responsáveis pelo projeto. 

Pizi é professor de educação física e teve a ideia após perceber a demanda dos alunos, que não tinham tênis adequados para as aulas de educação física e também não conseguiam comprar novos. “Depois que todos pagam escolhemos as crianças que vão receber os tênis nas escolas. Selecionamos aqueles que realmente precisam. Têm amigos que trabalham em escolas e são eles que acham. Os tênis são comprados exatamente para as crianças, com a numeração delas”, destacou. 

Na última edição da campanha, mesmo com a dificuldade pela pandemia de coronavírus, já que as aulas ficaram um longo tempo no ensino remoto, foram doados 85 pares de tênis, entre os comprados com o valor arrecadado e também a doação da loja onde costumam pegar os produtos. 

DE OUTROS ESTADOS

Atualmente o grupo no WhatsApp reúne cerca de 50 pessoas, algumas delas estão participando pela primeira vez e são até de outras localidades. É o caso da auxiliar administrativa e profissional de educação física Viviane Mattei. Moradora de Joinville, em Santa Catarina, ela ficou sabendo do projeto por meio das redes sociais, após passar a seguir o perfil do grupo, que apareceu como sugestão. “Fiquei encantada pela iniciativa. Além de fazer o que gosto, que é correr, ainda posso ajudar as crianças a terem um calçado para praticar exercícios físicos”, valorizou. 

Mattei já está com a programação pronta para janeiro: as terças e quintas-feiras pretende caminhar e aos domingos correr. “A corrida, que já é uma prática prazerosa, vai ficar mais motivante, pois tem um objetivo. Sabendo que crianças aprendem mais pela afetividade, imagina saberem que o amor pela corrida e a cooperação entre pessoas de todos os lugares, promoveu ferramentas para que pudessem praticar esportes.” 

Imagem ilustrativa da imagem Grupo converte corrida em tênis para alunos carentes de Londrina Imagem ilustrativa da imagem Grupo converte corrida em tênis para alunos carentes de Londrina
|  Foto: Roberto Custódio
 

LEIA TAMBÉM:

Grupo religioso prepara 1,5 mil marmitas para população de rua de Londrina

- Garoto de Londrina pede e ganha prótese ocular de presente de Natal

APOIADOR 

Aqueles que não querem correr também podem colaborar tornando-se um apoiador, que doa o mesmo valor que uma pessoa que está fazendo o exercício. “Esse projeto é satisfatório por vários motivos. A autoestima da criança muda quando recebe o tênis, se sente mais pertencente ao mundo escolar. A satisfação também é pelas pessoas que têm a intenção de correr para se manterem ativas fisicamente e ajudar”, ressaltou Luciano Pizi. 

SERVIÇO - Quem quiser participar ou saber mais informações pode entrar em contato pelo telefone (43) 99920-9646 e/ou o perfil Running4Help no Instagram

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.