|
  • Bitcoin 121.259
  • Dólar 5,0515
  • Euro 5,2137
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 27/06/2022, 13:59

Famílias carentes recebem vale-gás na zona norte de Londrina

Ação da Cufa em parceria com a Petrobras vai impactar vida de cerca de 540 pessoas até o final do ano

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 24 de junho de 2022

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
menu flutuante

A dona de casa Angélica Bispo dos Santos chegou animada à Escola de Circo de Londrina, na avenida Saul Elkind, zona norte. A alegria não era para menos. Fazia três dias que estava sem gás em casa e o vale recebido por meio da ação da Cufa (Central Única das Favelas) em parceria com a Petrobras representava um alívio. “Estava cozinhando no fogão a lenha. Estou muito feliz”, relatou. Angélica mora com o esposo, que quando consegue faz trabalhos de pedreiro, e os filhos de sete e nove anos no residencial Flores do Campo. 

A família foi uma das 100 beneficiadas com o vale-gás distribuído na manhã desta sexta-feira (24). Os contemplados são de sete localidades carentes da região norte e foram indicados por lideranças locais. As famílias poderão retirar o botijão com uma distribuidora que foi credenciada. Mais de 540 pessoas serão impactadas a cada 40 dias. “De agora até o fim do ano serão cinco vale-gás para cada uma das pessoas cadastradas no programa. Serão R$ 130 a menos na despesa do dia a dia delas”, destacou Lua Gomes, coordenadora regional da Cufa. 

LEIA TAMBÉM:

Em Apucarana, famílias trocam recicláveis por alimentos frescos

Londrina tem abrigo para animais de pessoas em situação de rua

Para a dona de casa Adriana Rodrigues da Luz, que vive no conjunto Vista Bela com os três filhos, de seis, 11 e 13 anos, o vale chegou em boa hora. Desempregada, ela tem improvisado fogo com álcool para poder cozinhar quando o botijão fica vazio. “Muitas vezes não tenho dinheiro para comprar o gás e uso álcool. Mesmo com álcool não é tudo que dá para cozinhar com ele. Graças a Deus ganhei esse gás”, comemorou. 

Na Região Metropolitana de Londrina, 50 moradores de Mauá da Serra também terão os vales pelos próximos meses. No Brasil, a Petrobras está destinando aproximam ente R$ 50 milhões apenas para a Cufa com esta iniciativa. No primeiro trimestre deste a empresa registrou lucro líquido de R$ 44,5 bilhões. 

FOME 

Segundo Lua Gomes, apesar do gás atenuar a situação das famílias, a preocupação ainda continua, principalmente com a comida. Ela relatou que as doações de cestas básicas caíram de maneira vertiginosa. Se no auge da pandemia de Covid-19 a entidade recebia de 75 a 120 cestas por semana para entregar nas comunidades, hoje a média é de 30 por mês. "Sabemos que muitas dessas famílias estão passando fome. Damos o gás e o próximo ‘mistério’ é como vão conseguir comida para colocar nas panelas.” 

SERVIÇO - Interessados em colaborar com a Cufa podem entrar em contato pelo 991153182.

****

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1