|
  • Bitcoin 102.049
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 21/06/2022, 16:35

Em Apucarana, famílias trocam recicláveis por alimentos frescos

Programa “Feira Verde” já distribuiu 3,7 toneladas de produtos da agricultura familiar e recolheu mais de 10 toneladas de recicláveis

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 21 de junho de 2022

Micaela Orikasa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação/Edson Denobi
menu flutuante

Desde que foi implantado há cerca de um mês, o programa Feira Verde, em Apucarana (Centro-Norte), tem impactado o município de pouco mais de 136 mil habitantes de forma saudável e sustentável. Em troca de materiais recicláveis, as famílias recebem alimentos frescos produzidos por agricultores locais, vinculados à Coocapi (Cooperativa dos Cafeicultores de Pirapó).

Até o momento, já foram atendidos nove bairros, impactando 854 famílias com a distribuição de 3,7 toneladas de alimentos. O programa vem sendo elaborado desde o ano passado e passou a funcionar há cerca de um mês, por meio da Lei Municipal nº 047/2021. O programa foi conduzido pelo vereador Rodrigo Lievore na Câmara Municipal. 

"A adesão por toda a população tem sido surpreendente, o que nos leva a pensar em formas de ampliar o programa, disponibilizando mais caminhões por meio da Autarquia de Educação e uma nova dinâmica para atender mais bairros durante a semana, assim como a capacidade de produção dos agricultores”, afirma o prefeito Junior da Femac. 

Imagem ilustrativa da imagem Em Apucarana, famílias trocam recicláveis por alimentos frescos Imagem ilustrativa da imagem Em Apucarana, famílias trocam recicláveis por alimentos frescos
|  Foto: Divulgação/Edson Denobi
 

Ele destaca que o programa une sustentabilidade ambiental e segurança alimentar com cidadania. “Estamos conseguindo retirar do ambiente uma quantidade expressiva de recicláveis que são destinados às cooperativas de reciclados, que envolve hoje cerca de 70 famílias. Em troca, distribuímos alimentos produzidos pela agricultura familiar. As pessoas são convidadas a participar voluntariamente, separando os materiais em casa e garantindo produtos frescos na mesa”, explica.  

Leia também: 

Londrina ganha Banco de Resíduos Têxteis com projeto pioneiro no País

INVESTIMENTOS 

A cada quatro quilos de materiais recicláveis (papel, papelão e plástico), as famílias recebem um quilo de produtos como frutas, verduras, legumes, pães e bolachas caseiras, geleias, entre outros. Até o momento, já foram distribuídos 25 itens diferentes às famílias e foram retirados do ambiente mais de 10 toneladas de materiais pela Cocap (Cooperativa de Coleta e Separação de Materiais Recicláveis no município de Apucarana). 

Os alimentos são adquiridos pela Prefeitura Municipal, que investe pouco mais de R$ 37 mil mensais. “Esse dinheiro está ficando nas mãos dos produtores, que acabam fazendo a economia local circular. Todos estão ganhando e, assim, estamos conscientizando as famílias. É uma aula que tem um custo muito pequeno”, acrescenta o prefeito.  

AGRICULTURA FAMILIAR 

Por semana, são atendidos quatro bairros. O secretário municipal de Agricultura, Gerson Canuto, afirma que o programa possui uma logística garantindo que os produtos cheguem frescos para as famílias. “O hortifruti é fornecido por agricultores familiares um dia antes de a feira acontecer no bairro. Os produtos são entregues na parte da manhã e à tarde nossa equipe faz a separação das sacolas. Durante a noite eles são conservados na câmara fria e no outro dia eles são repassados às famílias”, detalha. 

Segundo Canuto, o pagamento aos produtores é feito ao final de cada mês, e até o momento, cerca de 100 produtores já participaram do programa. “Para essas famílias o programa veio na hora certo porque estão produzindo bastante e conseguindo aumentar a renda. São produtos frescos, o que agrada a população”, diz.  

Imagem ilustrativa da imagem Em Apucarana, famílias trocam recicláveis por alimentos frescos Imagem ilustrativa da imagem Em Apucarana, famílias trocam recicláveis por alimentos frescos
|  Foto: Divulgação/Coocapi
 

O presidente da Coocapi (Cooperativa dos Cafeicultores de Pirapó), Nilton Antônio Fornaciari, estima que a produção deverá aumentar nos próximos meses. “A demanda está sendo muito boa. No primeiro mês conseguimos faturar R$ 25 mil, uma renda extra muito importante, principalmente neste período de recuperação pós-pandemia. Os cooperados têm relatado o quanto essa parceria tem sido importante para eles”, comenta.

Atualmente, a Coocapi possui 210 cooperados na agricultura familiar, que comercializam seus produtos em feiras livres e para as escolas municipais e estaduais de Apucarana, além de instituições sociais e hospitais.   

Na pequena propriedade de Maria Marta Lorenzini, 54, o dinheiro da venda de verduras, frutas e legumes foi utilizado para a compra de mais mudas e embalagens. Ela, que mora com o marido e duas filhas, já tem planos para os próximos meses.

“Queremos investir na produção mesmo. Tivemos um incremento de quase R$ 2 mil no mês passado porque nossa produção aumentou em 20%. Nosso plano agora é juntar dinheiro para comprar um encanteirador para ganharmos tempo. Hoje, fazemos tudo na enxada. Que venham mais projetos para os pequenos produtores” diz.

Imagem ilustrativa da imagem Em Apucarana, famílias trocam recicláveis por alimentos frescos Imagem ilustrativa da imagem Em Apucarana, famílias trocam recicláveis por alimentos frescos
|  Foto: Divulgação/Coocapi
 

CRONOGRAMA 

Nos próximos dias, o programa Feira Verde atenderá as seguintes localidades:

23/06 (9h às 11h)     

Res Djalma Mendes/Dom Romeu, próximo a Escola Juiz Luiz (Pátio da igreja)

28/06 (9h às 10h30) 

Conjunto Habitacional Sumatra, próximo ao CMEI Alice Pereira de Araujo

28/06 (10h30 às 11h30)

Conjunto Habitacional Jaçanã, próximo ao Parquinho

07/07 (9h às 9h45)

Res. O. Bacarin/Col N. Produtores, próximo ao campo de futebol

07/07 (10h às 11h)

Jardim Figueira/Vila Regina, próximo à Escola Papa João XXIII

14/07 (14h às 14h45h)

Res Solo Sagrado, próximo à UBS Benedito Cláudio "Pinga Fogo" de Oliveira  

SERVIÇO: Mais informações na Secretaria Municipal de Agricultura, pelo telefone: (43) 3308-1435.

***

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1