Empresa pede mais tempo para entregar revitalização do Bosque Central

Vencedora da licitação alega que "houve necessidade de serviços que não estavam previstos"

Rafael Machado - Grupo Folha
Rafael Machado - Grupo Folha

A construtora San Pio, de Pedrinhas Paulista (SP), informou à Prefeitura de Londrina que a revitalização do Bosque Central poderá só ficar pronta no final de novembro. A empresa pediu mais três meses para concluir tudo após o término do primeiro aditivo já concedido, em 22 de agosto. A estimativa contraria totalmente o cronograma firmado em contrato com a administração municipal. Sem a prorrogação, a expectativa era que o ponto histórico fosse entregue na última sexta-feira (9).


 

Empresa pede mais tempo para entregar revitalização do Bosque Central
Gustavo Carneiro/Grupo Folha
 


No documento que solicita mais tempo para finalizar a obra, a terceirizada justifica que "houve necessidade de serviços que não estavam previstos". Um exemplo é o alambrado ao redor da quadra de esportes, que não será feito "enquanto não obtivermos respostas referente ao aditivo". De acordo com a instituição paulistana, o espaço esportivo "precisa ser quebrado e nivelado porque apresenta diversos pontos de rebaixamento no atual piso".


Segundo a San Pio, a parte central do bosque necessita ser aterrada. Com a retirada da camada de asfalto, os operários encontraram "um grande desnível entre o local removido e os outros lugares". No final do ofício, a construtora reitera que "realizou serviços para que não acontecesse mais atrasos, até mesmo paralisações. Não conseguimos prosseguir sem que os aditivos já estejam assinados. Investimos um valor alto na compra de materiais".




OPINIÕES DIVIDIDAS

Valdivino Gomes, encarregado de RH, espera que a revitalização não demore mais ainda. "Eu acho que os moradores vão ser mais incomodados. É conviver com poeira, entulho e lixo por mais tempo. Se é difícil para quem passa rapidinho, imagina só pra quem mora por aqui", disse ele, enquanto passava nas proximidades. 

 

Valdivino Gomes
Valdivino Gomes | Gustavo Carneiro - Grupo Folha
 


O servidor público José Henrique Siena não vê problemas na prorrogação se a obra for entregue corretamente. "Antes estava largado. Era difícil alguém passar por esse lugar, por isso que as melhorias são importantes. Não acho errado dar mais tempo para terminar tudo, mas se realmente for necessário", avaliou. 


 

"Não acho errado dar mais tempo para terminar tudo, mas se realmente for necessário", avalia José Henrique Siena
"Não acho errado dar mais tempo para terminar tudo, mas se realmente for necessário", avalia José Henrique Siena | Gustavo Carneiro - Grupo Folha
 


O soldador Lucinei Ribeiro não concorda em estender o prazo. "É ruim se atrasar de novo. Quem passa direto já está tendo problemas com o pessoal trabalhando, mas isso é normal em uma obra, né? Quero mesmo é que o bosque seja entregue bonitinho para trazer a família", comentou. 


LEIA TAMBÉM:

- Obra do ‘oitão’ na avenida Madre Leônia ganha mais 40 dias de prazo



REVISÃO

A revitalização começou a sair do papel em 15 de fevereiro deste ano. Com custos de R$ 2,5 milhões, os trabalhos contemplam novos corredores internos de passagem pública, sistema de iluminação em LED, reforma das calçadas externas, mobiliários urbanos com bancos e mesas, paisagismo, guias para áreas de caminhada, lazer e descanso, espaço específico para food trucks e muros laterais.

 

Empresa pede mais tempo para entregar revitalização do Bosque Central
Gustavo Carneiro - Grupo Folha
 


No dia 13 de maio, a San Pio protocolou um pedido de revisão financeira do contrato. A empresa argumentou, entre outros pontos, que a pandemia da Covid-19 encareceu os materiais de construção. Se o requerimento for atendido, a despesa subiria para R$ 3,3 milhões, ou seja, R$ 800 mil a mais do que foi acordado inicialmente. A prefeitura ainda está analisando a solicitação. 


O secretário de Planejamento, Marcelo Canhada, adiantou que a empresa deve entregar o bosque em agosto. "Não vamos autorizar esse prazo. A San Pio fez essa solicitação por precaução, mas vamos trabalhar para que o cronograma seja cumprido até o mês que vem", observou.


Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo