|
  • Bitcoin 102.839
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 07/06/2022, 17:46

Concessionárias entregam 20 mil mudas de árvores para a Sema

Ação é uma forma de mitigação do efeito estufa que deve ser cumprida por revendedoras de automóveis; mudas irão para o assentamento Eli Vive

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 07 de junho de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Vinte mil mudas de árvores serão plantadas no assentamento Eli Vive, localizado no Distrito de Lerroville (zona sul  de Londrina). As unidades foram entregues nesta semana à Sema (secretaria Municipal de Ambiente) e  completam o lote de 40 mil mudas que as concessionárias de automóveis de Londrina deveriam entregar ao Município para mitigar o efeito estufa, conforme prevê a Lei Municipal nº 10.766/2009.

Imagem ilustrativa da imagem Concessionárias entregam 20 mil mudas de árvores para a Sema Imagem ilustrativa da imagem Concessionárias entregam 20 mil mudas de árvores para a Sema
|  Foto: Divulgação - Sema
 

O secretário municipal de Ambiente, Ronaldo Siena, explicou que, de acordo com a lei municipal, para cada veículo novo vendido as concessionárias devem plantar uma árvore, para ajudar na formação de corredores florestais entre unidades de conservação e, assim, compensar a emissão do gás carbônico (CO2), que contribui para o efeito estufa. A quantidade de mudas depende do volume de veículos comercializados, conforme o relatório anual entregue pelo Sindicato do Comércio Varejista de Veículos de Londrina.

As 40 mil mudas se referem aos anos de 2017 a 2021. “Já foi feito o plantio de 20 mil mudas e, agora, mais 20 mil encerram o passivo anterior. Essas mudas estão sendo plantadas na bacia do assentamento Eli Vive, que necessitava de uma recuperação de áreas de preservação, porque ali existe uma situação crítica de corpos hídricos, onde há falta de água", explicou Siena.

LEIA TAMBÉM:
+ Viveiro Municipal quer ampliar o plantio de árvores em Londrina

+ Sema promove campanha 'Animal Cultural' para crianças

Para a assentada do Eli Vivi e técnica em agroecologia, Sandra Aparecida Costa Ferrer, mais conhecida como Flor, é uma grande alegria receber as mudas de árvores, principalmente porque os assentados não têm recursos financeiros para adquiri-las e nem um viveiro para cultivá-las.

O plantio pode ser feito pela própria concessionária ou por meio de cooperativas, ONGs ou empresas privadas. Em Londrina, o Sincovave mantém um convênio com o Rotary, que recebe uma quantia para executar o plantio.  “Com esse dinheiro, nós executamos nossos projetos sociais, como a compra de cadeiras de rodas para doarmos para quem precisa", explica o governador do Rotary Distrito 4710, Paulo Roberto Bala. Segundo o representante das concessionárias, Vilson Domingos Bassetto, do Grupo Metronorte Chevrolet, a escolha pelo Rotary como entidade responsável pelo plantio deu certo e deve continuar nos próximos anos.

O plantio deverá ser feito em áreas de preservação permanentes, reservas florestais, parques e jardins, corredores ecológicos e em ambientes ecologicamente apropriados ao plantio, seguindo a escolha e orientação da Sema, sobre a quantidade e a espécie. Entre as mudas entregues nesta semana há araucária, angico, gurucaia, pau d’alho e sibipiruna, espécies que compõem o bioma original da Mata Atlântica.

“Nós da Sema especificamos as mudas das árvores ideais para serem cultivadas, sendo essas nativas do bioma Mata Atlântica. Além de preservar a natureza, as mudas vão ajudar a revigorar as nascentes de água do assentamento, onde há uma necessidade grande, porque os próprios moradores nos pediram ajuda”, elucidou o diretor de áreas verdes da Sema, Gerson Galdino.  (Com informações do N.Com)

***

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1