|
  • Bitcoin 144.529
  • Dólar 4,8243
  • Euro 5,1528
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 20/04/2022, 17:56

Sema promove campanha 'Animal Cultural' para crianças

Com arrecadação de livros e realização de atividades na Biblioteca Pública de Londrina, projeto aproxima meninos e meninas da causa animal

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 22 de abril de 2022

Micaela Orikasa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A Biblioteca Pública Municipal, que fica no centro de Londrina, está montando um acervo especial sobre a causa animal. A ideia é que os alunos da rede pública de ensino, municipal e estadual, possam visitar o espaço, participando também de atividades lúdicas. Tudo ligado ao universo dos animais.  

Imagem ilustrativa da imagem Sema promove campanha 'Animal Cultural' para crianças Imagem ilustrativa da imagem Sema promove campanha 'Animal Cultural' para crianças
|  Foto: iStock
 

O projeto “Animal Cultural” é promovido pela Diretoria de Bem-Estar Animal, da Sema (Secretaria Municipal do Ambiente), e foi lançado recentemente, em atenção ao “Abril Laranja”, mês mundial de combate à crueldade aos animais. A iniciativa é uma parceria entre as secretarias municipais do Ambiente, Cultura e Educação e tem o objetivo de sensibilizar cada vez mais a população para o tema, como explica Luciana Leite, pedagoga em atuação na Diretoria de Bem-Estar Animal.

“Buscamos uma mudança de atitude. Ao ter conhecimento sobre os direitos e cuidados com os animais, essas crianças se tornarão melhores adultos nesta questão”, afirma. A abordagem de conteúdos relacionados ao direito e proteção dos animais estão prevista no currículo escolar da rede municipal de ensino, por meio da lei municipal no 13.331/2021.

O projeto Animal Cultural consiste na visitação das escolas à Biblioteca Pública, onde os estudantes participarão de atividades artísticas e contação de histórias, além de terem acesso a uma mostra de livros relacionados ao tema. A primeira turma a participar do Animal Cultural será o 1º ano da Escola Municipal Maestro Andrea Nuzzi, que fica na zona sul da cidade. A visita será no dia 28 de abril, às 14h. “Essa ação marca o encerramento do Abril Laranja, mas o projeto terá continuidade durante todo o ano e as escolas interessadas em participar, podem entrar em contato com a Sema”, diz.  

MAUS-TRATOS 

 Em Londrina, a lei municipal 12.992 de 2019 estabelece penalidades para aqueles que praticarem maus-tratos aos animais. As sanções podem variar de advertência, pagamento de multa, apreensão de animais, medidas restritivas de direito e prestação de serviços comunitários.  

As atitudes que podem ser enquadradas na lei de maus-tratos são muitas, desde privar o animal da liberdade do comportamento natural, obrigar o animal a atividades excessivas, promover distúrbio físico e comportamental, entre muitos outros. Segundo Leite, a Sema recebe uma média de 20 denúncias a cada dia. As denúncias são anônimas e podem ser feitas através de um formulário disponível no site da Prefeitura de Londrina. “Com o formulário preenchido, o fiscal irá até o local da denúncia, priorizando as situações mais graves”, explica.  

ACERVO ESPECIAL 

A diretora de Bibliotecas Públicas de Londrina, Leda Maria Araújo, comenta que o acervo atual possui poucos exemplares relacionados à causa animal e destaca que a campanha de arrecadação de livros irá contribuir muito para ampliar e atualizar os títulos da Biblioteca Pública Municipal. “Sempre temos procura por esses conteúdos e nem sempre temos exemplares para oferecer à comunidade”, afirma.  

Araújo destaca ainda que com o passar do tempo, a biblioteca ampliou sua função. “Ela tem hoje, um papel educacional, social, de preservação da memória local e dos registros do conhecimento. Nosso objetivo é torná-la cada vez mais viva, em diálogo com a sociedade. Esse projeto em parceria com a Sema é uma forma de termos essa aproximação com os estudantes e a comunidade em geral, pois de nada adianta estarmos de portas abertas se os espaços se manterem vazios”, pontua. 

SERVIÇO -  A campanha está arrecadando livros Infantis e outros gêneros que abordem a vida animal, seu meio e proteção. As doações podem ser entregues na Rua da Natureza, 155, no Parque Arthur Thomas. Mais informações pelo telefone: (43) 3372-4765.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1