|
  • Bitcoin 102.844
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 02/03/2022, 14:04

Começa audiência que pode pôr fim à greve no transporte coletivo

Expectativa é que a paralisação, iniciada na manhã de terça-feira (1) , chegue ao fim

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 02 de março de 2022

Vítor Ogawa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Vitor Ogawa - Grupo Folha
menu flutuante

Teve início na tarde desta quarta-feira (2), na Justiça do Trabalho, uma audiência de conciliação para discutir a paralisação dos trabalhadores do transporte coletivo de Londrina. O encontro está sendo realizado na sala de audiências da 1ª Vara do Trabalho (na avenida do Café, na zona leste)  e a expectativa é que a paralisação, iniciada na manhã de terça-feira (1) , chegue ao fim. 

Foram convocados representantes da TCGL (Transportes Coletivos Grande Londrina); da Londrisul Transportes Coletivos, ambas concessionárias do serviço, do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Londrina; do Município de Londrina; da CMTU; e do Ministério Público do Trabalho.

Imagem ilustrativa da imagem Começa audiência que pode pôr fim à greve no transporte coletivo Imagem ilustrativa da imagem Começa audiência que pode pôr fim à greve no transporte coletivo
|  Foto: Vitor Ogawa - Grupo Folha
 

Como não há expediente forense na data designada para a audiência, o diretor do Fórum de Londrina foi avisado sobre a necessidade de abertura do local.

LEIA TAMBÉM:

+   Vereadores criticam município e empresas por greve no transporte 

A greve do transporte coletivo em Londrina entrou nesta quarta-feira, em seu segundo dia. Os trabalhadores da TCGL (Transportes Coletivos Grande Londrina) e Londrisul cobram os pagamentos do PPR (Programa de Participação nos Resultados) de 2021 e uma diferença de R$ 300 do vale alimentação, que teriam que ser pagos na segunda-feira (28). 

Mais informações em instantes

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1