O BICHO PEGOU -

Animais vítimas de maus-tratos têm lar temporário em Maringá

Projeto PetLar procura voluntários interessados em cuidar dos animais até que eles sejam adotados

Reportagem local
Reportagem local

MaringáSabia que você pode ser um voluntário e acolher temporariamente um animal que foi abandonado ou vítimas de maus-tratos? Essa possibilidade existe por meio do PetLar Solidário, projeto criado pela Secretaria de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal da Prefeitura de Maringá (Noroeste). Os voluntários oferecem um lar temporário até que os animais sejam adotados em definitivo.



 

Cada animal poderá ficar com o voluntário entre 30 e 90 dias, com possibilidade de converter o lar temporário em doação responsável
Cada animal poderá ficar com o voluntário entre 30 e 90 dias, com possibilidade de converter o lar temporário em doação responsável | Mileny Melo/PMM
 


Cada animal poderá ficar com o voluntário entre 30 e 90 dias, com possibilidades de converter o lar temporário em doação responsável. Em contrapartida, a Diretoria de Bem-Estar Animal disponibiliza aos voluntários, sem custos, vacinas, ração, atendimento veterinário e vagas nas feiras de adoção. 


Para participar é fácil, basta responder algumas perguntas e anexar os documentos solicitados. Quando o cadastro for aprovado, basta que o interessado vá até a Diretoria de Bem-Estar Animal para pegar seu pet. Por meio do lar temporário, as pessoas contribuem para que os animais voltem para o convívio humano, seja um lar temporário ou definitivo. 


LEIA TAMBÉM:

- Como deve ser feito o resgate de um animal abandonado?


- Encarando o frio com os pets


O secretário de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal, Marco Antônio de Azevedo, reforça a importância do projeto que incentiva a guarda responsável de animais. “Lançamos o projeto há quase um mês. Temos três voluntários. Precisamos de mais pessoas engajadas nessa causa”, afirmou. Mais informações no http://www2.maringa.pr.gov.br/site/  (Com informações da Prefeitura de Maringá)


Receba nossas notícias direto no seu celular. Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo