|
  • Bitcoin 240.049
  • Dólar 5,5349
  • Euro 6,3186
Londrina

Política 5m de leitura Atualizado em 01/12/2021, 08:04

Vereadora de Londrina diz que não mudará atuação mesmo com Bolsonaro no PL

Lu Oliveira ganhou notoriedade por defender pautas diferentes das defendidas pelo presidente; legenda espera dobrar bancada de deputados

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 30 de novembro de 2021

Rafael Machado - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A vereadora Lu Oliveira (PL), que tem se destacado na Câmara de Londrina por defender pautas progressistas, garantiu à FOLHA que não mudará a linha de trabalho com a filiação do presidente Jair Bolsonaro, oficializada em cerimônia nesta terça-feira (30) em Brasília. Ela também confirmou que não pretende mudar de legenda. "Tenho recebido muitas perguntas se vou ficar ou não, mas acredito que a presença dele (Bolsonaro) não vai interferir em nada o meu trabalho", relatou. 

Leia mais: Com Bolsonaro, PL quer dobrar bancada de deputados no Paraná

Junto com mais quatro vereadores, a parlamentar votou a favor da criação do Conselho LGBT. Quando discursou em plenário, ela fez uma defesa enfática e incisiva do projeto do prefeito Marcelo Belinati (PP). "Um conselho que visa exclusivamente a busca pelo respeito ao próximo atrapalharia o funcionamento de uma cidade?", questionou. A proposta acabou rejeitada no Legislativo e foi arquivada. 

Imagem ilustrativa da imagem Vereadora de Londrina diz que não mudará atuação mesmo com Bolsonaro no PL
 

"Do ponto de vista partidário, é óbvio que o partido é fortalecido com a filiação de um presidente da República. Porém, é como eu disse, não vai mudar nada. Vou continuar insistindo nas pautas inclusivas e de direitos humanos. Não houve nenhuma pressão, nenhum comunicado ou telefonema pra que eu mudasse minha posição. Até o momento, não recebi nada", avaliou. 

No início do mês, quando a relação entre Bolsonaro e o PL (Partido Liberal) ensaiava para o casamento, o presidente do diretório estadual da sigla, o deputado federal Giaboco, havia dito que a intenção era dobrar a bancada na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional. No Paraná, fazem parte do partido Delegado Jacovós, Gugu Bueno e Marcel Henrique Micheletto, que se licenciou do cargo para assumir a Secretaria Estadual de Administração e Previdência. Em Brasília, o PL é representado na bancada paranaense pelos deputados federais Christiane de Souza Yared, Luiz Nishimori e o próprio Giacobo. 

"Engradece o partido", diz presidente da Câmara

O outro representante do PL na Câmara Municipal é o atual presidente, Jairo Tamura. Ele crê que a vinda de Bolsonaro só vem a somar. "Temos possibilidade de eleger mais deputados federais e estaduais, isso é fato. Tivemos algumas conversas com o diretório estadual antes da decisão do presidente. Vamos ver qual será a linha que o partido deve seguir e se vai adotar com a chegada dele", frisou. Em Londrina, o PL tem 1.378 filiados ativos. 

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM