|
  • Bitcoin 232.498
  • Dólar 5,5670
  • Euro 6,3102
Londrina

Política 5m de leitura Atualizado em 14/11/2021, 11:21

Prefeito defende 'flexibilização' e diz que há 'divergências' na Lei Cidade Limpa

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 12 de novembro de 2021

Guilherme Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Em coletiva de imprensa de lançamento do LondriNatal nesta sexta-feira (12), o prefeito Marcelo Belinati (PP) foi questionado pela FOLHA sobre o motivo do envio do projeto que pretende alterar diversos artigos da Lei Cidade Limpa, que foi instituída em 2010 em Londrina para diminuir a poluição visual, sobretudo na mídia externa no comércio de rua. 

Segundo o prefeito,  a lei precisa ser atualizada e melhorada. "Eu creio que tudo que é bom pode ser melhorado.  Existem vários pontos de divergências e esse espaço de debate na Câmara de Vereadores será exatamente para que a gente melhore a questão de espaços visuais, nós temos várias tecnologias como painéis de led, que modernizam a cidade, como aqueles relógios que marcam a temperatura e podem receber propagandas e patrocínios."

Apesar do argumento do prefeito, o projeto de lei não cita especificamente projetos com led nem anúncios em relógios e pontos de ônibus. No escopo do projeto os artigos citam liberação de anúncios nas laterais dos imóveis para indicar vagas de estacionamentos que podem ser por pinturas em muro ou em suporte em forma de totens ou estrutura tubular. Outro ponto da matéria protocolada no Legislativo é que passam a ser liberados anúncios com mais de 5 metros de altura, alterando significativamente o objetivo da lei atual, que era diminuir a poluição visual.  

"Queremos pontos de ônibus iluminados que possam permitir propaganda e atualizar essa lei. Queremos uma lei que dá um ar de modernidade. O projeto foi construído por técnicos e quando a gente envia à Câmara estamos estimulando o debate para que algumas questões sejam resolvidas. Na minha visão temos que ter uma cidade com ar de modernidade. Nos comércios nas fachadas existem medidas na minha visão muito restritivas. Isso será debatido por técnicos com profundidade para que a gente possa chegar ao melhor modelo para nossa cidade. É claro que a Lei Cidade Limpa foi considerada um avanço naquela época, mas os tempos mudam, as coisas se modernizam e a gente tem que encontrar o melhor caminho para isso", concluiu Belinati.

Leia mais: Gestão Belinati quer 'afrouxar' regras da Lei Cidade Limpa

O projeto de lei está na Comissão de Justiça da Câmara Municipal e ainda não recebeu parecer do jurídico da Casa. A matéria será debatida ainda pelas comissões de Política Urbana e Meio Ambiente, antes de chegar a plenário. 

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM