|
  • Bitcoin 121.350
  • Dólar 5,0575
  • Euro 5,2320
Londrina

Política

m de leitura Atualizado em 11/07/2022, 02:23

Câmara decide futuro de vereador de Cambé acusado de assédio sexual

Carlinhos da Ambulância (PTB) foi denunciado por supostamente assediar uma funcionária do setor de limpeza

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 11 de julho de 2022

Rafael Machado - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Gustavo Carneiro - Grupo Folha
menu flutuante

O presidente da Câmara Municipal de Cambé (Região Metropolitana de Londrina), Dr. Fernando Lima (União Brasil), deve decidir nesta segunda-feira (11) o que fará com a denúncia de assédio sexual de uma funcionária da limpeza do Legislativo feita contra o vereador Luiz Carlos de Melo, o Carlinhos da Ambulância (PTB)

A trabalhadora registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil em junho alegando que o parlamentar "teria simulado que estaria fazendo sexo oral". Em entrevista à FOLHA, ela contou que esta não teria sido a primeira denúncia contra o político. 

A mulher que se diz vítima trabalha em uma empresa terceirizada, que enviou a acusação para a Procuradoria Jurídica da Câmara. Segundo a assessoria de imprensa, o parecer indicando quais medidas podem ser tomadas foi entregue nesta semana ao presidente da Casa. 

A reportagem pediu acesso ao documento, que foi negado sob a justificativa dele estar em sigilo. Procurada, a Polícia Civil não retornou sobre como está o andamento da investigação. 

POLÊMICA

A defesa de Carlinhos da Ambulância negou a acusação de assédio.

A reportagem apurou que a funcionária já prestou depoimento na delegacia, mas não conseguiu confirmar se o vereador também foi ouvido. O delegado Paulo Henrique Costa, de Cambé, não atendeu as ligações. 

A advogada Bruna Ferraresso, que defende a zeladora, não descartou entrar com um pedido de indenização na Justiça. 

Eleito em 2020, Carlinhos está no primeiro mandato. Nos dois últimos pleitos municipais, de 2012 e 2016, ele ficou como suplente. 

****

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1