|
  • Bitcoin 103.220
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Opinião

m de leitura Atualizado em 22/06/2022, 00:00

OPINIÃO DO LEITOR - Vamos organizar nossas rotatórias

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 22 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

Foto: Anderson Coelho/iStock
menu flutuante

Venho por meio desta expor minha opinião sobre as mais ou menos rotatórias que Londrina possui. Criadas com o objetivo de dar maior fluidez, a maioria delas já não atende mais a demanda e torna-se necessário e indispensável a instalação de semáforos urgente, como exemplo o cruzamento da JK com Higienópolis. Na verdade, o melhor seria mesmo a instalação de viadutos, como o que foi realizado em frente a Rodoviária de Londrina. Recentemente, foi feita uma alteração na rotatória da praça João Negrão (Jardim Califórnia), mas aumentou a circulação de veículos e ficou bem mais lento o trânsito, ficou pior, pois que vem da rua Bolívia não tem mais opção de virar à esquerda ou à direita para rua da Aeronáutica e é obrigado a seguir para rotatória, assim como os veículos que vem da Dez de Dezembro são obrigados a ir para rotatória. Como a instalação de viadutos é mais complicado. A solução seria que colocar um semáforo nesta rotatória da praça João Negrão, na rotatória da avenida Inglaterra com Duque, nesta nova rotatória que está sendo construída na Santos Dumont com Luiz Rosseto e até, na verdade, em muitas outras rotatórias. Com semáforo, funcionaria melhor essas rotatórias, assim como já tem na rotatória da Higienópolis/JK e no Igapó/Maringá e funcionam bem. 

Patricia Fulan de Carvalho Barone Gasparini (secretária) - Londrina

Leia mais: https://www.folhadelondrina.com.br/economia/acoes-da-petrobras-vivem-dia-de-montanha-russa-com-queda-de-presidente-3207203e.html

Aluguéis da Prefeitura de Londrina

Lendo noticiário na Folha de Londrina tomei conhecimento da despesa anual da Prefeitura de Londrina com locação de imóveis onde estão instaladas várias secretarias (“Prefeitura de Londrina gasta R$ 195 mil mensais com aluguéis de imóveis”, Cidades 16/06). Gostaria de deixar minha sugestão para que o município negocie com a área  onde  por anos funcionou o Iapar na Rodovia Celso Garcia Cid, que detém extensa área  e infraestrutura funcional, ou negocie com a União os imóveis desativados que serviram aos armazéns do IBC. A avaliação feita para a área do Iapar foi na faixa de 8 milhões de reais e essa importância a prefeitura gasta em 4 anos de aluguel com aquelas secretarias, dinheiro que não retorna mais aos cofres públicos.

Luiz de Castro  - Londrina

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1