|
  • Bitcoin 105.076
  • Dólar 5,1782
  • Euro 5,4074
Londrina

OPINIÃO DO LEITOR

m de leitura Atualizado em 31/05/2022, 16:50

OPINIÃO DO LEITOR - Ainda sobre a manutenção da história

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 01 de junho de 2022

Claudemir Scalone - Editor Free
AUTOR autor do artigo

Foto: Anderson Coelho/iStock
menu flutuante

O cura da Catedral de Londrina, padre Rafael Solano, escreveu o artigo "Sobre a reforma na Catedral de Londrina" (Espaço Aberto, 19/5) em resposta ao que escrevi na Folha em 17/05. Padre Solano afirmou no seu preâmbulo que eu “expressei a minha preocupação por motivos válidos” com a manutenção da história. E continua: “Alega o senhor Nesello desmantelamento de objetos sagrados, imagens e outras tantas coisas de dentro e fora da Catedral Metropolitana de Londrina”. Não concordo com o termo “desmantelamento” que empregou. O que eu escrevi textualmente, em quatro ou cinco linhas, está expresso na referida publicação. Ali não está o termo. Mais adiante, o padre me intitulou, como “egrégio senhor”, mas quase ao final de seu texto diz que “não conseguiu me identificar nas redes”. De minha parte, simplesmente ative-me aos fatos. Tomei cuidado para não ofender o padre Rafael Solano e afirmo que sou um homem amante da paz. Mas seus dizeres induziram certa ironia designando-me “egrégio senhor”. Egrégio é o senhor, padre,  pela erudição que demonstra. De minha parte, trabalhei muito na área educacional por 44 anos. Tanto como professor, como na gestão de colégios, na Faculdade de Arapongas, na UEL e na PUC/Londrina/Maringá, sem me preocupar em ser notável. Meus respeitos para com o senhor, mas a minha manifestação, publicada nesta digna e prestigiosa Folha de Londrina, não se posicionou contra o aperfeiçoamento da nossa querida Catedral. Certamente que o Busto de Cristo, retirado do local e colocado em abandono, foi bento e consagrado pelo bispo de Jacarezinho, dom Fernando Taddei, com mandato no período de 1927 a 1940, quando foi responsável pela circunscrição eclesiástica à qual Londrina pertencia e que, em 1938, inaugurou com ele a igreja, posteriormente demolida. O mesmo procedimento de abençoá-lo e consagrá-lo deve ter sido repetido por dom Geraldo Fernandes, dom Albano Cavalin e dom Geraldo Magela. É essa história que precisa ser mantida! Padre Rafael, acredito, como o senhor garantiu, que todos os bens da Catedral serão preservados e recolocados com a devida anuência e participação de dom Geremias, arcebispo da Arquidiocese Metropolitana de Londrina, bem como do órgão específico da Prefeitura de Londrina.

Ervino Nesello (professor) - Londrina

Leia mais: https://www.folhadelondrina.com.br/esporte/londrina-esporte-clube/londrina-avanca-em-discussao-e-saf-sera-criada-ate-junho-diz-prochet-3206108e.html

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1