COVID-19 -

Prefeitura de Londrina determina restrição em missas, bares e suspensão de cinemas

Medidas foram aprovadas pelo Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública para conter disseminação do coronavírus

Pedro Marconi - Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha

A Prefeitura de Londrina anunciou na tarde desta segunda-feira (16) uma série de ações restritivas contra a disseminação do coronavírus. As medidas foram aprovadas pelo Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública. Um dos focos das determinações do poder público é evitar a aglomeração de pessoas. Todas as indicações começam a valer a partir da publicação de decreto em diário oficial, previsto para esta terça-feira (17).


Prefeitura de Londrina determina restrição em missas, bares e suspensão de cinemas
Marcos Zanutto - Arquivo Folha
 


Foi sugerido a restrição de missas, cultos e suspensão na cidade de cinemas, teatros, shows e baladas. Os bares e restaurantes deverão atender no máximo 50% da capacidade e respeitando a distância mínima de dois metros entre as mesas. A 60ª edição da ExpoLondrina, que começaria no dia nove de abril, foi cancelada pela SRP (Sociedade Rural do Paraná). Na educação, as escolas municipais e da rede particular vão suspender as aulas a partir da próxima segunda-feira (23). 




LEIA TAMBÉM:


UEL suspende aulas da graduação e pós-graduação a partir desta terça


Brasileiros desenvolvem vacina para combater variedade do coronavírus


Com os idosos classificados como público de risco da doença pela OMS (Organização Mundial da Saúde), o poder público municipal irá interromper as visitas no serviço de acolhimento institucional de longa permanência, as atividades dos centros de convivência da pessoa idosa e as reuniões dos grupos de idosos do Nasf (Núcleos de Apoio à Saúde da Família). 


Na saúde, estão restritas as visitas nos hospitais e as consultas com pacientes com quadro respiratório serão desmarcadas para atendimento de saúde bucal. As cirurgias eletivas vão acontecer até sexta-feira (20) e depois suspensas, exceto nas unidades privadas, que deverão adotar medidas adequadas.  


Ainda foi definido que as pessoas que viajaram para o exterior devem ficar em isolamento domiciliar mesmo que não apresentem sintomas. Já para aquelas que tiverem algum sinal o período recomendado é de 15 dias. Os ônibus do transporte coletivo vão contar com higienização constante com álcool e terão que circular com vidros abertos. Um “Disque Coronavírus” será criado para atendimento a dúvidas da população das 7h às 19h. 


As unidades administrativas da prefeitura tiveram os horários de atendimento alterado e os servidores poderão trabalhar em casa, porém, mediante regulamentação interna. Está prevista uma reunião para esta terça-feira (17) com o objetivo de definir questões de necessidade em saúde, como compra de equipamentos.


LEIA MAIS:


OAB adia segunda etapa de prova nacional para formados em direito




Covid-19 adia julgamento do caso Matheus Evangelista


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo