|
  • Bitcoin 139.780
  • Dólar 4,7700
  • Euro 5,1273
Londrina

Geral

m de leitura Atualizado em 27/04/2022, 09:41

Ex-marido é denunciado por feminicídio de mulher em igreja de Londrina

Homem está preso preventivamente no estado de São Paulo desde o dia sete de abril

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 27 de abril de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

Foto: Roberto Custodio - 05/04/2022
menu flutuante

O MP-PR (Ministério Público do Paraná) ofereceu denúncia por homicídio cinco vezes qualificado contra um homem investigado pela morte da ex-esposa, em cinco de abril deste ano. A vítima foi assassinada a tiros dentro paróquia São Luiz Gonzaga, na zona leste de Londrina, onde trabalhava cobrindo as férias da funcionária responsável pela limpeza.

De acordo com a ação penal, o réu chegou na igreja no momento em que a ex-mulher almoçava na cozinha. Ele foi até lá e efetuou diversos disparos contra a vítima, que morreu no local. As motivações, conforme apurado, seriam a não aceitação do fim do relacionamento.

Além de o homicídio ter sido qualificado por ser cometido contra mulher por razões da condição de sexo feminino da vítima (feminicídio), foram também considerados como qualificadoras do crime o motivo torpe, o emprego de meio cruel, o uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e a utilização de arma de fogo de uso restrito ou proibido.

O denunciado está preso preventivamente no estado de São Paulo desde sete de abril, quando foi detido após perseguição policial na região de Piracicaba. O processo tramita junto à 1ª Vara Criminal de Londrina. (Com informações do MP-PR)

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.