ENEM 2020: Candidatos devem estar antenados ao que acontece no Brasil e no mundo


Edson Neves/Especial para a FOLHA
Edson Neves/Especial para a FOLHA

O primeiro material que a FOLHA trouxe, em parceria com o Colégio Marista de Londrina, sobre o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020, na última segunda (15) já adiantou que as provas exigirão que os candidatos estejam “antenados” ao que acontece no Brasil e - por que não - no mundo.


.
. | Pixabay
 


Claramente, manter-se informado é um diferencial para toda a vida. Mas por outro lado, o professor Nilson Douglas Castilho, coordenador do ensino médio do Colégio Marista, indica que de forma específica à preparação dos alunos para a realização da prova do Enem, a aplicação do conteúdo deve ser seletiva. Isso porque, segundo ele, o exame possui uma espécie de “filtro” nos temas que possam ser abordados, fugindo de grandes polêmicas. “Por ser uma prova do Governo Federal, que se coloca dentro de um estado laico, e que se ampara até mesmo no perfil de quem está à frente do MEC, cobrar questões de caráter partidário, religioso, que envolvam fatos marcados por corrupção ou ideologias que dividam a opinião pública dificilmente aparecerão no Enem”.




Levando em consideração que os temas cobrados não devem ressaltar subjetividade, a estratégia é pensar nos fatos que circulam os assuntos. “O exame não vai cobrar qual partido está certo, mas sim um posicionamento do aluno naquele contexto político, dentro do seu papel de cidadão”. Para deixar mais claro, Castilho citou o tema da redação do Enem 2019. “O tema acessibilidade divide o país, mas trouxeram o foco para a acessibilidade nos cinemas. Não era tão polêmico e o aluno podia trazer às atualidades”, completou.


Por fim, o professor Nilson Castilho aponta que um dos pilares para ir bem no Exame Nacional do Ensino Médio é estudar baseando-se nos campos social, político, cultural e econômico, sempre pensando em grandes temáticas, e não apenas em fatos isolados. A sugestão do coordenador  é acompanhar diversos veículos de imprensa, fichar qual a diferença dos veículos sobre um mesmo fato, quais posicionamentos estão implícitos e a ideologia por trás de cada abordagem”, concluiu. 


ACESSE TAMBÉM:

FOLHA ENEM:


HORA DE ESTUDAR! Folha de Londrina lança caderno especial com questões e conteúdos exclusivos para o Enem 2020


SIMULADO ENEM| Uma ajuda especial da FOLHA e Colégio Marista para as provas do Enem 2020


FOLHA ENEM | Caderno 1 - Linguagens e Códigos




FOLHA ENEM | Gabarito - Linguagens e Códigos


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo