|
  • Bitcoin 100.172
  • Dólar 5,2304
  • Euro 5,4741
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 25/05/2022, 15:28

Projeto da poeta londrinense Chris Vianna une poesia e música em vídeo

Ela se une ao baterista Dio Dias em “Atiradores de Faca”, que estreia no Youtube nesta quinta (26)

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 26 de maio de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

Foto: César Augusto - Divulgação
menu flutuante

A poesia de Chris Vianna se une à música do baterista Dio Dias no videoclipe “Atiradores de Facas”, que estreia no Youtube nesta quinta-feira (26), às 20 horas. O poema é assinado pela produtora cultural londrinense, que atua como diretora do Festival Literário de Londrina (Londrix) e como vocalista da banda Benditos Energúmenos.   

“No vídeo, usamos a bateria `nervosa´ de Dio Dias. A letra bem lúdica, suas linhas permeiam o onírico, o sobrenatural, mas, no fundo, fala de amor mesmo. E se o amor ou melhor, o desamor transita no corredor do hospício (os atiradores de facas), o eu poético vira sereia afundando corpos no mar enquanto decora Cipriano”, afirma a poeta no texto de apresentação do vídeo. 

Disponível no canal de Chris Vianna & Os Benditos Energúmenos no Youtube, o vídeo “Atiradores de Facas” sai pela Controvento Produtora, com direção do cineasta Carlos Fofaun. Ele também foi responsável pela filmagem e edição, juntamente com o cineasta Yan Maran. As gravações aconteceram no estúdio Vaca Records. 

Leia mais: Profice vai destinar R$ 40 milhões a projetos culturais no Paraná

Outros três vídeos serão lançados, na sequência, contendo poesias de Chris Vianna e de Marcos Losnak e Marina Franco; todas declamadas com apenas um instrumento.   

“No vídeo, usamos a bateria `nervosa´ de Dio Dias. A letra bem lúdica, suas linhas permeiam o onírico, o sobrenatural, mas, no fundo, fala de amor mesmo", descreve Chris Vianna “No vídeo, usamos a bateria `nervosa´ de Dio Dias. A letra bem lúdica, suas linhas permeiam o onírico, o sobrenatural, mas, no fundo, fala de amor mesmo", descreve Chris Vianna
“No vídeo, usamos a bateria `nervosa´ de Dio Dias. A letra bem lúdica, suas linhas permeiam o onírico, o sobrenatural, mas, no fundo, fala de amor mesmo", descreve Chris Vianna |  Foto: César Augusto - Divulgação
 

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1