|
  • Bitcoin 103.252
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 12/06/2022, 15:24

Livro traz aforismos moldados pela arte de viver

Francisco Gregori Júnior acaba de lançar o livro "Conflitos & Convicções - Frases & Aforismos" pela Ibis Libris Editora

PUBLICAÇÃO
sábado, 11 de junho de 2022

Celia Musilli - Editora
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

 O aforismo é um gênero literário breve que carrega a extensão das experiências. Escritores como Oscar Wilde ou filósofos como Schopenhauer  fizeram dele uma forma de expressão sincera ao abordar problemas complexos da existência.

Acredito que o aforismo seja coisa de quem pensa muito e encontra um jeito  de sintetizar aquilo em que acredita ou descobre  numa frase certeira, em poucas palavras que podem nos despertar pela condensação de uma verdade ou pela exposição de um conflito.

O cirurgião cardíaco Francisco Gregori Júnior acaba de lançar o livro "Conflitos & Convicções - Frases & Aforismos" pela Ibis Libris Editora, com prefácio do também cirurgião Fernando Antonio Lucchese.

No gênero, é sua primeira obra, mas quem conhece o médico que fez história em nível internacional colando corações - além de se destacar por outras técnicas igualmente inovadoras -  sabe que um diálogo com ele, não raro, leva a um feixe de aforismos que refletem tanto sua experiência quanto sua teimosia, naquilo que defende, seguramente, como convicções.

Autor de livros de poemas - o primeiro "Reflexões de um Cirurgião" (2011) e o mais recente  "Crux Cordis: A trajetória de um cirurgião cardíaco" (2021) - ele também é músico e criador da  Gregori's Heart Band, com cinco CDs lançados. O médico que chegou a passar mais de 50 horas numa sala de cirurgia, também não economiza tempo na hora de escrever livros, compor músicas  e argumentar pela arte de viver velozmente, colocando em cada minuto a importância e o privilégio da existência.

No livro recém-lançado,  há frases das quais discordo - e até acho que provocar a discordância seja mesmo sua intenção - existem ainda as politicamente incorretas, mas todas instigando o pensamento pelo sim e o não.

Selecionei algumas  que seguem aqui,  por linhas certas ou tortas.

"Até que a morte os separe" é uma intenção sem a menor sustentação.

...

A falta de atitude é uma decisão que , quase sempre, ocorre por conveniência.

...

A modéstia pode ser a fantasia da incapacidade.

...

O amor é uma catedral de vidro; às vezes de gelo.

...

Agradeço muito às minhas ex-mulheres por terem treinado minha paciência.

...

Sem médicos, um hospital é apenas um monte de tijolos.

...

Quem não é, tem que ter.

...

Numa pandemia, os políticos sobem ao palco.

...

Ingratidão, inveja e omissão exigem um afastamento cirúrgico.

...

Irrita-me o excesso de atenção.

...

Não há grito mais aterrorizante do que o silêncio de uma criança doente.

...

O prolixo deglute dicionários e expele uma sopa de letrinhas.

...

Um mergulho profundo em seu interior poderá afogá-lo.

LEIA MAIS

A morte e o amor por quem se foi

...

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link