|
  • Bitcoin 121.481
  • Dólar 5,0538
  • Euro 5,2302
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 29/07/2022, 15:47

Legado da Semana de 22 é tema de evento em Londrina

Nesta sexta (29), o Sesc Cadeião e o projeto Café com Quê? promovem este encontro com a escritora e curadora de arte Veronica Stigger

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 29 de julho de 2022

Marcos Roman - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Eduardo Sterzi/ Divulgação
menu flutuante

Convidada do projeto Café com Quê? promovido pelo Sesc Cadeião Cultural , a curadora de arte Verônica Stigger falará sobre a memória e o legado da Semana de 22 em nossa produção de arte.

Leia mais: Espetáculo “Olhos nos Olhos” volta a ser encenado em Londrina

Apesar da dificuldade para tentar reconstituir como foi a Semana de Arte Moderna, alguns relatos detalham um pouco o modo como se deram as leituras de poemas, as palestras e os números musicais realizados tanto no palco do Theatro Municipal quanto nas escadarias do saguão.

Bem mais escassos são os relatos acerca da exposição que ocupava o hall do teatro: o que foi exposto, afinal? Como foi exposto e como eram as exposições? Qual a relação da exposição com as apresentações literárias e musicais?

Essas são algumas das perguntas que que nortearão a fala da artista, baseadas em seu novo livro – A Semana e século: nas ruínas de 22 – preparado em parceria com o professor e pesquisador Eduardo Sterzi.

A curadora de arte verônica Sttiger fala sobre a Semana de 22 nesta sexta (29) no Sesc cadeião Cultural A curadora de arte verônica Sttiger fala sobre a Semana de 22 nesta sexta (29) no Sesc cadeião Cultural
A curadora de arte verônica Sttiger fala sobre a Semana de 22 nesta sexta (29) no Sesc cadeião Cultural |  Foto: Eduardo Sterzi - Divulgação
 

Veronica Stigger é escritora, crítica de arte, curadora independente e professora universitária. Possui doutorado em Teoria e Crítica de Arte pela Universidade de São Paulo (USP) e pesquisas de pós-doutorado pela Università degli Studi di Roma “La Sapienza”, pelo Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC USP) e pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp. É professora da Pós-Graduação em Histórias das Artes da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e de criação literária em vários lugares.

Entre seus doze livros de ficção publicados, estão Opisanie świata (2013), Sul (2016) e Sombrio ermo turvo (2019). Com Opisanie świata, seu primeiro romance, recebeu os prêmios Machado de Assis, Prêmio São Paulo de Literatura e o Açorianos. Com Sul, ganhou o Prêmio Jabuti. Alguns de seus contos foram traduzidos para o catalão, o espanhol, o francês, o sueco, o inglês, o italiano, o alemão e o indonésio. E os livros Opisanie świata (México: Antílope), Sul (Buenos Aires: Grumo) e Massamorda (Revoltijo, Córdoba: La Sofia Cartonera) foram traduzidos para o espanhol.

Serviço:

Palestra: Expor a arte moderna: como teria sido montada a exposição da Semana de 22?, com Veronica Stigger

Quando - Sexta-feira (29), às 19h

Onde - Sesc Londrina Cadeião (R. Sergipe, 52)

Gratuito

...

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link