|
  • Bitcoin 121.291
  • Dólar 5,0427
  • Euro 5,2130
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 18/07/2022, 00:49

Festival de Música termina com lendas vivas do trompete

Quinteto Metais do Paraná toca com Charles Schlueter e Nailson Simões em concerto que encerra o 42º FIML nesta segunda (18)

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 18 de julho de 2022

Marcos Roman - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação
menu flutuante
Duas lendas vivas do trompete participam do concerto de encerramento da 42ª edição do Festival Internacional de Música de Londrina (FIML). Responsáveis pela formação de diversas gerações de trompetistas pelo mundo afora, o americano Charles Schlueter e o brasileiro Nailson Simões serão homenageados na apresentação que o Quinteto Metais do Paraná fará nesta segunda-feira (18), às 20h30, no Teatro Ouro Verde. Os homenageados participarão do espetáculo como solistas ao lado de outros músicos convidados. 
 
LEIA MAIS
Festival de Música de Londrina abre espaço para todos os sotaques
Na etapa final, Festival de Música conta com virtuoses neste domingo
 
Além dos músicos que integram o Quinteto Metais do Paraná - formado por Cícero Cordão e Arthur Fernandes (trompete); Marcelo das Virgens (trompa); Gilberto de Queiroz (trombone) e Guilherme Efrom - outros convidados também participarão do tributo  a  Schlueter e Simões. Heinz Shwebel, virá da Paraíba especialmente para o evento, que contará ainda com a presença de Maurílio Teles, Wladimir Júnior e Marlon Camatari, de Presidente Prudente (SP). Fazem parte do programa obras de Vivaldi (“Concerto em dó maior para dois Trompetes”),  Tschaikovwsky (“Napolitan Dance”), J.U.da Silva (“Fantasia Brasileira”) e Ary Barroso (“Aquarela do Brasil”), dentre outras composições.  
 
Um dos maiores nomes dos metais no mundo, Charles Schlueter nasceu em Du Quoin, cidade localizada no estado americano de Illinois. Antes dos seus 25 anos tornou-se o principal trompetista da Orquestra Sinfônica de Boston. Lecionou por 31 anos no reconhecido New England Conservtoy of Music em Boston, onde formou  músicos de vários países e gerações. Incluindo o brasileiro Naílson Simões, que foi se especializar nos EUA, sendo o primeiro trompetista do Brasil a sair do país e voltar com mestrado e doutorado na área.  
O norte-americano Charles Schlueter participa do concenrto nesta segunda e lança um livro após a apresentação O norte-americano Charles Schlueter participa do concenrto nesta segunda e lança um livro após a apresentação
O norte-americano Charles Schlueter participa do concenrto nesta segunda e lança um livro após a apresentação |  Foto: Divulgação
 
 
“A importância dos dois, não só para os trompetistas, mas para a área de metais no Brasil, é que estabeleceram uma escola, uma maneira de pensar os instrumentos, uma forma de tocar, uma escola definida e a gente segue esta linha, esta filosofia, este pensamento”, explica Cícero Cordão, integrante do Quinteto e membro da Orquestra Sinfônica da UEL (Osuel). “A vinda deles representa muito, principalmente dentro deste contexto do festival, que está em sua 42ª edição e tanto fez  e faz pela pedagogia musical do país”, completa o trompetista.  
 
Nailson Simões, responsável pela formação de várias gerações de trompetistas, também será  homenageado Nailson Simões, responsável pela formação de várias gerações de trompetistas, também será  homenageado
Nailson Simões, responsável pela formação de várias gerações de trompetistas, também será homenageado |  Foto: Divulgação
 
Ele comenta ainda que toda uma geração de trompetistas no Brasil que foi aluno de Naílson. “Inclusive eu. E Schlueter passou a vir ao Brasil ministrar aulas para estes e outros estudantes e profissionais”, afirma sobre Simões, que é professor titular aposentado da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – Unirio. 
 
Após o concerto, Charles Schlueter promoverá no saguão do Teatro Ouro Verde o lançamento do livro “Indirection”, no qual narra a sua trajetória musical iniciada há mais de seis décadas. 
  
O Festival Internacional de Música de Londrina tem a direção pedagógica de Magali Kleber, direção artística do pianista Marco Antonio de Almeida, também presidente da Associação de Amigos do FML. É uma promoção da Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura - Governo do Estado do Paraná, Secretaria Municipal da Cultura - Prefeitura do Município de Londrina, Casa de Cultura - Universidade Estadual de Londrina e Associação de Amigos do FML. 
  
 
Serviço: 
42ª edição do Festival Internacional de Música de Londrina (FIML) 
Concerto com Quinteto Metais do Paraná e Convidados 
Quando – Segunda-feira (18), às 20h30 
Onde – Teatro Ouro Verde 
Quanto – R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia-entrada) 
Ponto de venda – Plataforma Sympla 
...
Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link