|
  • Bitcoin 118.605
  • Dólar 5,1734
  • Euro 5,2653
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 05/08/2022, 16:03

Debate sobre intolerância religiosa acontece em Londrina

Aberta ao público, ação será realizada neste domingo (7), às 17h, Terreiro Manoel de Umbanda

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 05 de agosto de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante
Imagem ilustrativa da imagem Debate sobre intolerância religiosa acontece em Londrina Imagem ilustrativa da imagem Debate sobre intolerância religiosa acontece em Londrina
|  Foto: Divulgação
 Questões referentes à intolerância religiosa serão trazidas à tona neste domingo (07), às 17 horas, no Terreiro Manoel de Umbanda (Rua Capitão João Busse, 96, no Jardim Califórnia), em Londrina. Entrada franca.

A ação integra o projeto “A Umbanda na Terra do Café: entre Trajetórias e Histórias para Construção da Tolerância”, aprovado pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC).

Haverá a participação de Mãe Josi de Yemanjá, do Pai Sena de Ogum e da professora e produtora cultural, Chris Vianna, idealizadora e coordenadora da proposta homologada sob número 21-164.

Leia mais: Museu Histórico recebe exposição de arte feita por mulheres

Afirma a coordenadora: “A atividade não se propõe à catequização, mas, sim, fomentar a formação cidadã. Ou seja, promover conhecimento e também reflexão do público a respeito da intolerância religiosa e também da umbanda”.

O projeto “A Umbanda na Terra do Café: entre Trajetórias e Histórias para Construção da Tolerância” compreende também a publicação de um livro com textos do escritor e dramaturgo londrinense, Maurício Arruda Mendonça, fotos de Yashiro Yamazu, além da produção de um documentário sob direção do cineasta Carlos Fofaun.

A realização é da Atrito Arte Artistas e Produtores Associados (AARPA), em parceria com o Laboratório de Estudos sobre Religiões e Religiosidades (LERR), do Centro de Letras e Ciências Humanas (CLCH).

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1