|
  • Bitcoin 118.700
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3338
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 16/07/2022, 08:49

Camerata do 42º FIML reúne jovens talentos neste sábado

Concerto será regido pelo maestro Luiz Martins, regente de Filarmônica de Alagoas e cnta com instrumentistas de vários estados

PUBLICAÇÃO
sábado, 16 de julho de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Formada por alunos e bolsistas provenientes de ONGs de diversos estados brasileiros, a Camerata da 42º Festival Internacional de Música de Londrina (FIML) realiza um concerto neste sábado (16), às 20h30, no Teatro Ouro Verde. O programa inclui obras de Barber (Adagio), G. Holst (Brook green Suite), Vivaldi (Inverno),  Edmundo Villani-Côrtes (Cinco Miniaturas Brasileiras) e Clóvis Pereira (Três peças nordestinas). A apresentação contará com participação do violinista Leonardo Jaffé. 

Leia mais: Festival de Música de Londrina abre espaço para todos os sotaques

“Estar aqui está sendo uma alegria, um desafio, e algo muito divertido. Música, quando não diverte, para de ser música. Vejo nos olhos de cada aluno, a dedicação, o estudo e a preocupação em fazer o melhor. A expectativa é a melhor possível. Fomos muito bem acolhidos desde antes de chegarmos a Londrina”, afirma o maestro Luiz Martins.

O regente, que também está ministrando aulas no festival, destaca a proposta inclusiva do festival, “porque a música não é algo limitado. Colocar os alunos iniciantes com os avançados está sendo uma experiência incrível para uma sociedade mais consciente e igualitária, e todos unidos pelo bem comum, nesse caso, em torno da música. Sabíamos que seria uma semana de muito trabalho com muito compartilhamento e de ressignificados. Sairemos de Londrina modificados.”

Luiz Martins é graduado em música licenciatura pela Universidade Federal de Alagoas e mestre em regência pela Universidade de Aveiro, Portugal. É maestro titular, Diretor Artístico e sócio fundador da Orquestra Filarmônica Alagoas, onde já regeu mais de 60 concertos em um período de quatro anos. Atuou como maestro convidado da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Alagoas, Orquestra Jovem Sesc Pará, Southeast Kansas Symphony – EUA (solista e colaborador), assim como em vários coros no Brasil e exterior. Em 2015 e 2020 esteve em Cabo Verde, África, nesta oportunidade foi convidado pela Universidade de Cabo Verde (UNICV) e pelo Orfeão da Praia para ministrar aulas de regência e conduzir concertos locais. Em 2019, recebeu o prêmio e comenda Pe. Teófanes Araújo Barros concedido pela Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro pelo reconhecimento ao trabalho desenvolvido juntos às orquestras e coros no nordeste do Brasil.

Serviço:

Camerata do 42º FIML

Quando - Sábado (16), às 20h30

Onde - Teatro Ouro Verde (R. Maranhão, 85) 

Quanto - R$ 20,00 e R$10,00 (meia-entrada) 

Ponto de venda - Plataforma Sympla 

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo  link