|
  • Bitcoin 102.310
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Série B

m de leitura Atualizado em 18/06/2022, 00:06

Londrina busca "jogo perfeito" contra o Vasco no Café

Sem perder há três jogos e diante de um rival invicto, Tubarão entra em campo no sábado no estádio do Café e tenta se aproximar do G4

PUBLICAÇÃO
sábado, 18 de junho de 2022

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Se depender dos números e do desempenho, Londrina e Vasco têm tudo para fazerem um grande jogo neste sábado (18), às 16h, no estádio do Café. Em ótimos momentos, os rivais se enfrentam pela 13ª rodada da Série B. 

Imagem ilustrativa da imagem Londrina busca "jogo perfeito" contra o Vasco no Café Imagem ilustrativa da imagem Londrina busca "jogo perfeito" contra o Vasco no Café
|  Foto: Sheyla Dantas/LEC
  

Enquanto o Cruzmaltino pode ir para a vice-liderança, o Tubarão tenta se aproximar do G4. Se a caminhada alviceleste ainda não traz confiança total ao torcedor, não há o que reclamar da campanha dentro de casa. No Café, o LEC tem feito bons jogos, pressionado os adversários e ainda não perdeu. São três vitórias e três empates até aqui. O Londrina é o 10º colocado, com 15 pontos. 

Leia também

Após dois anos, LEC treina com torcida no Café 

LEC ensaia aproximação com a torcida para encarar o Vasco

Do lado carioca, está em jogo a manutenção da invencibilidade. O Vasco é o único que ainda não perdeu no Brasileiro - seis vitórias e seis empates - e vem de triunfo sobre o líder Cruzeiro. Ocupa a terceira posição, com 24 pontos, e, se vencer no Café, ultrapassa o Bahia na classificação. Sofreu apenas cinco gols em 12 jogos. 

"O time vem melhorando, vem crescendo e estou confiante. Temos feito bons jogos, mas precisamos diminuir a margem de erros, principalmente nos gols sofridos. Não precisamos ter medo de ninguém, mas sim personalidade e acreditar", afirmou o técnico Adilson Batista. 

Em 2021, o LEC venceu os dois jogos contra o Vasco - 2 a 1, em São Januário, e 3 a 0, no Café, na última rodada, quando a vitória evitou a queda para a Série C. No Alviceleste, todos, no entanto, sabem que a realidade para a partida deste sábado é bem diferente do último confronto. 

"É um jogo duro, difícil, contra um adversário invicto e que tomou poucos gols. Temos que ter os devidos cuidados e estamos encarando com muita seriedade para fazermos o grande jogo nosso e tentar vencer", apontou o comandante alviceleste. 

O Londrina quer aproveitar o seu melhor momento na competição. Nos últimos três jogos, são sete pontos conquistados com duas vitórias e um empate.

"Estas três partidas sem perder nos dão moral para seguir. A vitória fora de casa contra a Ponte Preta foi muito importante e era o que faltava. Vamos muito mais confiantes para enfrentar o Vasco", frisou o zagueiro Gustavo Vilar, que assumiu a condição de titular no decorrer da Série B. "Cheguei aqui e era outra metodologia de trabalho e fui me adaptando aos poucos. Fui buscando meu espaço e as coisas começaram a dar certo". 

Escalação

O técnico Adilson Batista tem problemas para escalar o time. O capitão João Paulo e o centroavante Gabriel Santos estão suspensos. O meia Gegê, com uma lesão muscular, também não joga. Durante a semana, o LEC sofreu com um surto de gripe e virose no CT, que atingiu alguns jogadores e membros da comissão técnica. 

O atacante Caprini chegou a ser poupado de dois treinamentos, mas está relacionado para a partida. Em razão dos desfalques, Adilson testou uma formação com três zagueiros, mas deve manter o time no 4-4-2. Felipe Vieira volta à lateral-esquerda e Eltinho passa a atuar no meio-campo. 

O Vasco terá a estreia do técnico Maurício Souza, anunciado no início da semana, e que substituirá Zé Ricardo, que se transferiu para o futebol japonês. O treinador terá o retorno do volante Andrey, que estava servindo à seleção brasileira sub-20, e do atacante Erick, liberado pelo departamento médico. 

NO CAFÉ

Londrina:

Matheus Nogueira; Samuel Santos, Saimon, Gustavo Vilar e Felipe Viera; Jean Henrique, Jhonny Lucas e Eltinho; Caprini, Douglas Coutinho e Matheus Lucas. Técnico: Adilson Batista

Vasco

Thiago Rodrigues; Gabriel Dias, Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri, Matheus Barbosa (Andrey) e Nenê; Figueiredo, Getúlio (Raniel) e Gabriel Pec. Técnico: Mauricio Souza

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Estádio: do Café

Horário: 16h deste sábado (18)

Ingressos: R$ 60 (cadeira) e R$ 40 (arquibancada)

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link