|
  • Bitcoin 109.532
  • Dólar 5,2324
  • Euro 5,5367
Londrina

Clube-empresa

m de leitura Atualizado em 21/02/2022, 17:37

LEC convoca assembleia para discutir criação de SAF

Associados vão debater em Assembleia Geral mudanças em artigos do estatuto do clube, que irá permitir a transformação em clube-empresa

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O Londrina irá realizar uma Assembleia Geral dos associados no dia 5 de março e a principal pauta é a discussão para a criação de uma SAF (Sociedade Anônima do Futebol) no clube. A reunião, em primeira chamada, está marcada para às 9h30, no estádio VGD (Vitorino Gonçalves Dias). 

O presidente Felipe Prochet e o gestor Sérgio Malucelli buscam parceiros para o LEC O presidente Felipe Prochet e o gestor Sérgio Malucelli buscam parceiros para o LEC
O presidente Felipe Prochet e o gestor Sérgio Malucelli buscam parceiros para o LEC |  Foto: Jefferson Bachega/LEC
  

Podem participar todos os associados com suas obrigações estatutárias em dia. A Assembleia vai apresentar, explicar e propor alterações do Estatuto Social do LEC. As futuras modificações vão permitir que o clube possa discutir a transformação em SAF. Uma mudança para clube-empresa já tem a sinalização positiva por parte do Conselho de Representantes do LEC. 

O presidente do Alviceleste, Felipe Prochet, busca, desde o fim de 2020, possíveis investidores interessados em assumir o futebol do clube. O dirigente chegou a fazer uma viagem para a Inglaterra, onde se reuniu com várias equipes inglesas e empresários. Atualmente o LEC tem um contrato de gestão com a SM Sports, com validade até 2025.

No início deste ano, o Londrina recebeu uma proposta concreta de um grupo de São Paulo, que compraria o CT da SM Sports e administraria o departamento de futebol alviceleste. No entanto, apesar dos valores oferecidos atenderem a pedida do gestor Sérgio Malucelli - R$ 34 milhões pelo centro de treinamento -, o dirigente decidiu não aceitar o negócio. 

A diretoria do LEC entende que com a possibilidade legal de transformar o clube em SAF a negociação com grupos de investimento ou mesmo clubes de fora do país será facilitada. 

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link