|
  • Bitcoin 122.108
  • Dólar 5,0643
  • Euro 5,2241
Londrina

Série B

m de leitura Atualizado em 01/07/2022, 00:56

Cheio de problemas, Adilson faz mistério para definir o Londrina

Em razão do desgaste físico, treinador pode poupar alguns titulares no confronto com o CSA, sábado, no estádio do Café

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 01 de julho de 2022

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O desgaste físico em meio a uma maratona de jogos tem sido um problema para o Londrina neste momento da Série B. Com lesões e queda de rendimento de alguns atletas, o técnico Adilson Batista busca alternativas para manter um time competitivo em campo e ao mesmo tempo evitar contusões. 

Desfalque em Porto Alegre, Gabriel Santos voltou a treinar e deve reaparecer no LEC diante do CSA Desfalque em Porto Alegre, Gabriel Santos voltou a treinar e deve reaparecer no LEC diante do CSA
Desfalque em Porto Alegre, Gabriel Santos voltou a treinar e deve reaparecer no LEC diante do CSA |  Foto: Ricardo Chicarelli/LEC
  

Na derrota para o Grêmio, o time sentiu o cansaço e alguns jogadores tiveram desempenho abaixo da média. A sequência de jogos também causou problemas. Com um estiramento muscular, o centroavante Gabriel Santos ficou de fora e Eltinho foi substituído no intervalo em Porto Alegre por recomendação médica, em razão de dores musculares. 

Leia também

LEC se apoia em campanha no Café para reagir na série B 

LEC faz promoção para mulheres no jogo contra o CSA

Com pouco tempo de treino e recuperação até a partida de sábado (2) contra o CSA, Adilson Batista tem poupado os titulares das atividades em campo e admitiu que a condição física do elenco será ponto determinante para a escolha da escalação para enfrentar os alagoanos.  

"A preocupação existe e não é só aqui, com outras equipes tem acontecido também. Em função da maratona, da sequência, do intervalo pequeno e temos empregado nos jogos uma intensidade grande. E isso nos deixa orgulhosos porque é a tendência do futebol mundial", afirmou Adilson. "Tenho a equipe na minha cabeça, mas tenho que relevar e prestar atenção nestas coisas e tenho até o sábado para decidir". 

Na reapresentação do elenco, na quinta-feira (30), Eltinho, Jhonny Lucas e Samuel Santos ficaram no departamento médico, com problemas musculares, e têm chances reduzidas de jogar. João Paulo e Caprini não têm lesões, mas os testes feitos diariamente pelo clube apontaram um desgaste físico grande e risco alto de contusão. A participação deles vai depender da recuperação até o dia do jogo. 

"É complicada a questão de poupar. Às vezes você pensa em preservar, mas estou atrás dos três pontos sempre e trabalho para vencer. Temos que pensar jogo a jogo e colocar os que estão melhores. Mas você corre o risco de perder um atleta por cinco, seis, sete jogos e isso a gente coloca na balança também", apontou o treinador alviceleste. 

DE VOLTA

A boa notícia é que o centroavante Gabriel Santos participou de uma atividade no gramado na tarde de quinta-feira e deve ser liberado pelo departamento médico para jogar. Com tantos problemas e dúvidas, a escalação do Tubarão é uma incógnita mesmo e a definição irá acontecer apenas momentos antes de a bola rolar no Café. 

Com o fechamento da 15ª rodada, o  Londrina caiu para a 12ª posição, com 18 pontos. Já o CSA entrou na zona do rebaixamento. É o 17º, com 15. O time alagoano ainda não venceu como visitante e soma apenas quatro pontos em oito jogos. O CSA, comandado por Alberto Valentim, que assumiu há quatro rodadas, treinou dois dias no CT do Caju, do Athletico, em Curitiba, se preparando para o confronto no Café e chegou a Londrina na noite de quinta-feira. 

image description image description
image description |  Foto: Gustavo Pereira Padial
 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link