|
  • Bitcoin 202.099
  • Dólar 5,4587
  • Euro 6,1923
Londrina

PARCERIA 5m de leitura Atualizado em 07/01/2022, 17:24

FEL quer conceder área externa do Moringão à iniciativa privada

Município está lançando chamamento para sondar viabilidade e atratividade da ideia

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 07 de janeiro de 2022

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A FEL (Fundação de Esportes de Londrina) quer ouvir a sociedade civil sobre projetos a serem implementados na área externa do Ginásio de Esportes Professor Darcy Cortez, o Moringão. A proposta é repassar a área para exploração da iniciativa privada. São pouco mais de 2.200 metros quadrados à disposição de possíveis iniciativas.  

Área que pode ser explorada tem mais de 2.200 metros quadrados
Área que pode ser explorada tem mais de 2.200 metros quadrados |  Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
 

O órgão está publicando, nesta sexta-feira (7), um chamamento público para que sejam apresentadas ideias e também verificar a viabilidade e atratividade da implantação de serviços de food trucks na parte de fora do ginásio, um dos principais planos da fundação na concessão. Os interessados têm até quatro de março para enviar as propostas.⁣ No dia dez de fevereiro está prevista uma reunião para tirar dúvidas. 

Depois de colher as sugestões, a FEL deverá elaborar uma licitação para escolher quem será o responsável pela concessão. A medida faz parte do Programa Municipal de Concessões e Parcerias da prefeitura. “O espaço do Moringão é muito bacana, com uma vista interessante. Já fechamos para instalar uma academia de alta resistência. Servidores e associações vinculadas ao Feipe (Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos) deverão usar”, destacou Marcelo Oguido, presidente da fundação. 

A academia vai custar cerca de R$ 400 mil, dinheiro proveniente de sobra de um recurso federal. A intenção é que os outros serviços sejam ofertados em volta dos aparelhos. “Nesse estudo que estamos fazendo queremos saber: vai reduzir financeiramente os custos da FEL? Vai arrecadar recursos? Teremos uma segurança maior? Isso é algo que acreditamos que sim, pois, se tem o empresário envolvido na parte externa, a segurança também será diferenciada”, projetou. 

REFORMA

Após mais de um ano parada, a reforma do Moringão foi retomada em outubro. Entre as intervenções estão a substituição de todo o telhado, além da troca das instalações elétricas do ginásio e de ar-condicionado nas salas ocupadas pela FEL. O custo passa dos R$ 7,2 milhões e o prazo para término das obras é de oito meses. “Estamos correndo para que a parte externa também consiga ser entregue junto (com a interna). É importante entregar o ginásio de forma completa.” 

Presidente da FEL diz que planejamento é finalizar projeto junto com revitalização do ginásio
Presidente da FEL diz que planejamento é finalizar projeto junto com revitalização do ginásio |  Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
 

Oguido ainda disse que a fundação deverá pedir um projeto para o Ippul (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina) para mudanças viárias no entorno do ginásio. Em dias de shows ou grandes eventos esportivos, a rua Gomes Carneiro, por exemplo, assim como a rotatória, fica congestionada. O Moringão tem capacidade para receber até 7,5 mil pessoas.  

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM