|
  • Bitcoin 102.761
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 12/06/2022, 16:51

Dobradinha da Red Bull no GP do Azerbaijão

PUBLICAÇÃO
domingo, 12 de junho de 2022

Folhapress
AUTOR autor do artigo

Foto: NATALIA KOLESNIKOVA / AFP
menu flutuante

São Paulo  - "A RBR está rápida", alertava o espanhol Carlos Sainz, da Ferrari, ainda na quinta volta do GP do Azerbaijão. Era o prenúncio da dobradinha que seria conquistada pela Red Bull na oitava etapa da temporada 2022 de Fórmula 1, disputada neste domingo (12), em Baku.

O holandês Max Verstappen cruzou a linha na primeira colocação, seguido pelo companheiro de equipe, o mexicano Sergio Pérez, em corrida que terminou novamente em decepção para a escuderia italiana.

Depois de um duelo particular nos treinos, premiado com a pole position do monegasco Charles Leclerc, a Ferrari viu seus dois pilotos abandonarem a corrida com problemas técnicos em seus carros.

"Isso nos machuca. Nós realmente precisamos trabalhar nisso, para que não aconteça novamente. Eu realmente não consigo encontrar as palavras certas para descrever. É muito decepcionante", disse Leclerc ao deixar o circuito.

O piloto da Ferrari havia largado em primeiro e liderava a corrida no momento em que sofreu com uma pane no motor de seu veículo.

Leclerc vem repetindo este roteiro, sem conseguir converter o bom desempenho dos treinos em vitórias: era a quarta pole consecutiva do piloto da Ferrari, sem vitória em nenhuma delas. Ele largou na liderança em ao todo seis vezes nesta temporada, mas só venceu no Bahrein e na Austrália.

A escuderia deixou a pista do Azerbaijão sem pontos, uma vez que Carlos Sainz também abandonou a prova devido a um problema hidráulico no veículo. Assim, a Red Bull ampliou ainda mais sua vantagem no campeonato de construtores, e termina o fim de semana com 279 pontos, ante 199 da Ferrari e 161 da Mercedes.

Com bom desempenho na pista, a exemplo do que havia acontecido nos treinos, a Red Bull conseguiu emplacar os dois primeiros lugares. George Russell, da Mercedes, completou o pódio no Azerbaijão.

Esta foi a 25ª vitória de Verstappen na F1, número que já o coloca entre os dez maiores vencedores da história da modalidade, aos 24 anos, à frente do pentacampeão argentino Juan Manuel Fangio.

O triunfo manteve uma escrita do Circuito de Rua de Baku, o de nunca ter sido vencido duas vezes por um mesmo piloto. Isso vem acontecendo desde a estreia da pista na modalidade, em 2016, com vitórias de Nico Rosberg, Daniel Ricciardo, Lewis Hamilton, Valtteri Bottas, Sergio Pérez e, agora, Verstappen.

Leia mais: https://www.folhadelondrina.com.br/esporte/londrina-esporte-clube/lec-desencanta-vence-a-ponte-e-ganha-a-primeira-fora-na-serie-b-3206742e.html

"Hoje tivemos um ritmo incrível. No geral, estou muito feliz com o equilíbrio do carro e com a dobradinha da equipe. Foi um dia muito bom para nós", declarou o holandês.

O heptacampeão mundial Lewis Hamilton, por sua vez, largou na sétima colocação e concluiu a prova no quarto lugar. Ao fim da corrida, o piloto inglês da Mercedes foi eleito o melhor do dia pelo público.

Após oito etapas disputadas, Verstappen lidera o Mundial de Pilotos com 150 pontos, contra 129 de Pérez e 116 de Leclerc, ultrapassado pelo mexicano com o resultado deste domingo.

A próxima etapa da temporada 2022 da F1 está marcada para o próximo fim de semana, no Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, no Canadá.

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1