|
  • Bitcoin 102.840
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Economia

m de leitura Atualizado em 26/05/2022, 12:53

Sede do ecossistema de inovação de Londrina, Tecnocentro é inaugurado

Prédio na zona leste vai abrigar aceleradoras, empresas, startups e profissionais liberais que atuam nas áreas de tecnologia e de inovação

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 26 de maio de 2022

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
menu flutuante

Idealizado no final da década de 1990 e com obras desde 2002, o Tecnocentro (Centro de Desenvolvimento Econômico) foi oficialmente inaugurado nesta quinta-feira (26) em uma cerimônia que reuniu diversas autoridades, empresários e lideranças. O prédio tem pouco mais de três mil metros quadrados e fica no Parque Tecnológico Francisco Sciarra, na zona leste.  

A proposta é fazer do espaço um propulsor para que Londrina se torne uma cidade inteligente. Além disso, o centro será a sede do ecossistema de inovação, recebendo aceleradoras, empresas, startups e profissionais liberais que atuam nos campos de tecnologia e inovação. 

De acordo com o município, cerca de 10% do PIB (Produto Interno Bruto) londrinense vem das empresas da área de TI (Tecnologia da Informação). “É um local onde todo o ecossistema de inovação e tecnologia da informação vão se encontrar: empresas, startups, organizações governamentais e não governamentais de Londrina e de fora. Isso faz com que deixe ainda mais robusta essa área que está transformando Londrina numa referência nacional e mundial. O novo ciclo do café para Londrina é o ciclo da tecnologia da informação", valorizou o prefeito Marcelo Belinati. 

O centro também será a sede da CTD (Companhia de Tecnologia e Desenvolvimento), com dez governanças, e vai abrigar startups, incubadoras e aceleradoras. “A CTD é proprietária do prédio e temos um planejamento pela Seti (Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná), que começará a ser implementado a partir de 1º de junho”, explicou Luciano Kühl, presidente da companhia. 

Evento de inauguração reuniu lideranças políticas e empresariais Evento de inauguração reuniu lideranças políticas e empresariais
Evento de inauguração reuniu lideranças políticas e empresariais |  Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
 

GESTÃO

A gestão do Tecnocentro será feita por uma OS (Organização Social), que reúne entidades privadas e públicas. Um projeto foi enviado para a Câmara de Vereadores para a criação da organização. Entre as instituições que integram a OS está o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). “Este centro é um grande atrativo que complementa o ecossistema de inovação de Londrina. O Sebrae, com todo o trabalho de governança de cada setor econômico, vai trazer ações de inovação para aqui dentro”, projetou Fabrício Bianchi, gerente regional Norte do Sebrae. 

Presente no evento de inauguração, o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas destacou que o Tecnocentro faz parte de um pacote de 18 centros tecnológicos projetados pelo Governo do Estado. "A tecnologia é tudo. Neste ano o mundo investiu R$ 6,8 trilhões na área de Tecnologia da Informação, smart. Ou nos adaptamos ou ficamos de fora e perdemos mercado de trabalho e arrecadação. O Tecnocentro é um passo arrojado para que Londrina seja um centro de inovação", elencou Augustinho Zucchi. 

LEIA TAMBÉM: Torre da Atlas Schindler será a maior edificação de Londrina

HISTÓRICO 

A edificação do espaço teve várias interrupções ao longo dos anos, até que em 2015 as obras pararam por completo. Somente em dezembro de 2019 é que os serviços foram retomados e os recursos liberados. A conclusão dos trabalhos foi em setembro de 2021, com investimento total de aproximadamente R$ 5 milhões, entre recursos do município e do Estado, por meio do Paranacidade. 

“Qualquer tipo de empresa pode se instalar no Tecnocentro, desde que seja de tecnologia e informação. O benefício é que aqui ela estará integrada com várias startups, aceleradoras, criando um ambiente tecnológico e inovador. É um local totalmente preparado e estamos conversando com várias empresas. Em breve vamos ter novidades de novos negócios e empresas da área de TI vindo para cá”, comentou o presidente do Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina), Bruno Ubiratan. 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.