|
  • Bitcoin 102.471
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

ECONOMIA

m de leitura Atualizado em 10/06/2022, 18:02

Morador de Londrina perde R$ 10 mil por não resgatar prêmio

Ele foi contemplado em 9 de junho de 2021 pelo programa Nota Paraná e o prazo venceu na última quinta-feira

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 10 de junho de 2022

Vítor Ogawa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação/Secretaria de Fazenda
menu flutuante

Um ganhador do sorteio do Programa Nota Paraná de Londrina foi contemplado com R$ 10 mil, mas perdeu esse direito de resgatar o prêmio, dado que o prazo para sacar o valor é de um ano após o sorteio. Ele foi contemplado no dia 9 de junho do ano passado e acabou perdendo o prazo para receber o dinheiro na quinta-feira (9). No cadastro, a pessoa consta como morador do Jardim Bandeirantes (zona oeste) e é nascida no dia 8 de março 1977.

Marta Gambini, coordenadora do Nota Paraná , da Secretaria da Fazenda, alerta para outros prêmios não resgatados na região de Londrina. “Um deles é morador da Vila Rosana, em Ibiporã, que poderá perder o prêmio no dia 8 de agosto. A pessoa nasceu no dia 16 de novembro de 1982.  Em Cambé, há outra pessoa, do Jardim Ana Rosa, que perderá o prêmio no dia 10 de outubro deste ano se não resgatar o valor. A pessoa nasceu no dia 26 de abril de 1995. Em Londrina, uma pessoa foi sorteada em janeiro deste ano e ainda não resgatou. Ela é moradora do Centro da cidade e nasceu no dia 12 de junho de 1954”

O programa Nota Paraná existe desde 2015 e devolve ao contribuinte parte do ICMS pago nas compras no comércio varejista e também distribui prêmios mensais aos contribuintes cadastrados. No entanto, há 102 pessoas no Estado contempladas e que não resgataram o prêmio em 520 sorteios, totalizando mais de  um milhão de reais.  Os sorteios são realizados mensalmente e o maior prêmio é o de R$ 1 milhão  e o segundo maior é de R$ 200 mil. Esses ganhadores são contatados pelo telefone cadastrado no programa, porém, a maioria dos prêmios esquecidos possui valores de R$ 10 mil, que não são avisados, já que o volume de pessoas é grande - são 40 pessoas premiadas com esse valor por mês.

VOLTA PARA O ESTADO

Gambini ressaltou que depois que a pessoa perde o prazo para resgatar o prêmio, o dinheiro volta para o governo do Estado. O dinheiro não reclamado é aplicado em obras de infraestrutura. Há 4,3 milhões de pessoas cadastradas no programa que já distribuiu R$ 2,5 bilhões em créditos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).  Do volume distribuído, R$ 859,7 mil não foram resgatados pelos consumidores no prazo de um ano. Em maio deste ano, seis pessoas não retiraram o prêmio de R$ 10 mil.

Quando o consumidor é contemplado com os prêmios maiores a coordenação do programa entra em contato por ligação através do número disponível no cadastro do programa. Para verificar se possui bilhetes premiados, o consumidor deve acessar seu cadastro no aplicativo ou no site do Nota Paraná e inserir o CPF e senha. Não é encaminhada mensagem por WhatsApp ou outro aplicativo.  

LEIA TAMBÉM:

+ Casal de Cambé ganha R$ 1 milhão do Nota Paraná

CRÉDITOS

A Secretaria da Fazenda liberou na última quarta-feira (8) os créditos do programa Nota Paraná para mais de 7,7 milhões de consumidores que solicitaram o CPF nas compras do mês de março. Foram R$ 21,2 milhões, sendo R$ 18,7 milhões para consumidores com CPF identificado e R$ 2,4 milhões para entidades sociais cadastradas.   

É preciso ter saldo mínimo de R$ 25 para transferir os valores para abatimento do IPVA ou para conta bancária cadastrada. É importante que o consumidor fique atento ao seu cadastro no programa e consulte seu saldo mensalmente, pois após 12 meses os créditos são automaticamente cancelados.   

Para acumular créditos basta exigir, nos estabelecimentos comerciais, o documento fiscal no ato da compra, informando seu CPF ou CNPJ. Após o cálculo e liberação dos créditos, efetuado pela Secretaria de Fazenda, o consumidor poderá selecionar uma das opções de utilização dos créditos disponíveis no sistema. 

****

Receba nossas notícias direto no seu celular. Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.