|
  • Bitcoin 105.223
  • Dólar 5,2228
  • Euro 5,4757
Londrina

IMPOSTO-RENDA:

m de leitura Atualizado em 30/05/2022, 19:06

Mais de 3 milhões não declararam o IR a um dia do prazo final

Contribuintes têm até às 23h59 desta terça-feira (31) para declarar o IR 2022, senão pagam multa à Receita Federal

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 31 de maio de 2022

Cristiane Gercina - Folhapress
AUTOR autor do artigo

Foto: Eduardo Valente/iShoot/Folhapress
menu flutuante

São Paulo - Na véspera do prazo final, mais de 3 milhões de contribuintes ainda não entregaram a declaração do Imposto de Renda para a Receita Federal. Eles têm até às 23h59 desta terça-feira (31) para declarar o IR 2022, senão pagam multa. Até às 11h desta segunda (30), 30,9 milhões haviam prestado contas ao fisco. Ao todo, são esperadas 34,1 milhões de declarações.  No Paraná, segundo a Receita, foram entregues 2.025.228 declarações de um total de 2.220.000 declarações.

image description image description
image description |  Foto: Gustavo Pereira Padial
 

Quem está obrigado a declarar e perde o prazo paga multa mínima de R$ 165,74, que pode chegar a 20% do imposto devido no ano. É possível preencher a declaração em 15 minutos, segundo consultores, se o contribuinte estiver com os documentos.

O cidadão que não é obrigado a declarar o IR, mas teve algum desconto do imposto no ano passado pode enviar a declaração para receber a restituição. Neste caso, é possível receber de volta tudo o que pagou, mas não há multa se perder o prazo.

A declaração pré-preenchida e a exportação dos dados do IR de 2021 para quem faz o preenchimento no mesmo computador são opções para agilizar a entrega. No caso da pré-preenchida, a funcionalidade está disponível a quem tem conta gov.br prata ou ouro.

Dentre as fichas que devem conter informações estão a de identificação do contribuinte, rendimentos recebidos, pagamentos efetuados e bens e direitos. Nada que é obrigatório pode ficar de fora, senão o cidadão cai na malha fina e fica sem a restituição até que consiga corrigir o erro.

RESTITUIÇÃO 

A Receita deposita nesta terça (31) o primeiro lote de restituição do IRPF 2022. O dinheiro é pago aos contribuintes prioritários que declararam e não caíram na malha fina. Entre eles estão idosos, doentes graves ou deficientes e quem tem o magistério como principal fonte de renda.

O crédito bancário será feito para 3,4 milhões de contribuintes prioritários, totalizando R$ 6,3 bilhões pagos. Do total, 226.934 contribuintes são idosos acima de 80 anos, 2.305.412 contribuintes têm entre 60 e 79 anos, 149.016 contribuintes possuem alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 702.607 contribuintes têm como maior fonte de renda o magistério.

Leia mais: https://www.folhadelondrina.com.br/economia/idr-abre-concorrencia-publica-para-venda-de-lote-em-londrina-3205989e.html

COMO FAZER A CONSULTAR

Para saber se vai receber a restituição, o cidadão deve fazer a consulta pela internet, no site da Receita Federal ou no Portal e-CAC, que é o Centro de Atendimento Virtual do fisco. Para consultar por meio do e-CAC, é preciso ter senha gov.br.

Segundo a Receita, a consulta é feita assim que há a liberação pelo fisco. Neste caso, o contribuinte poderá utilizar tanto o Meu Imposto de Renda, no e-CAC, quanto o serviço "Consultar Restituição IRPF", no site do órgão. No geral, a consulta fica liberada em até um dia após o envio da declaração, mas na reta final a Receita informa que essa liberação costuma demorar mais.

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1