|
  • Bitcoin 105.163
  • Dólar 5,2254
  • Euro 5,4615
Londrina

Economia

m de leitura Atualizado em 07/06/2022, 06:51

Londrina gera mais empregos pelo quarto mês consecutivo

Levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados mostra que cidade fechou o quadrimestre com saldo de 1,8 mil vagas

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 07 de junho de 2022

Rafael Machado - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: iStock
menu flutuante

O novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) mostra que Londrina apresentou saldo positivo na geração de empregos em abril, período pesquisado no balanço divulgado nesta segunda-feira (6). O mês registrou uma evolução de 170 postos de trabalho, o que fez a cidade preencher os primeiros quatro meses do ano com 1.894 empregos. Foram 7.641 contratações contra 7.471 desligamentos. Os dados foram analisados pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná). 

Imagem ilustrativa da imagem Londrina gera mais empregos pelo quarto mês consecutivo Imagem ilustrativa da imagem Londrina gera mais empregos pelo quarto mês consecutivo
|  Foto: Gustavo Pereira Padial
 

O setor que manteve o bom retrospecto em Londrina foi o da indústria, com 148 novos postos, seguido do comércio, com 124 funções. Em todo o ano, serviços e a construção civil têm puxado o crescimentos. Juntos, eles são responsáveis por 1,5 mil empregos.  

"O número não é tão expressivo, mas precisa ser comemorado porque o saldo é positivo em todos os meses. Se mantivermos esse ritmo, teremos o segundo melhor ano em Londrina desde que o Caged começou a ser feito", comentou o professor e colunista da FOLHA Marcos Rambalducci, que coordena a pesquisa. 

Ele citou o acumulado de 2021, quando a cidade registrou 7.900 empregos. Porém, acredita ser difícil bater a meta. "É complicado chegar a esse número porque não tivemos um alto investimento recente", explicou. 

Também foram analisados os resultados do Caged em outras quatro cidades da Região Metropolitana de Londrina (RML): Arapongas, Cambé, Ibiporã e Rolândia, que foi a  cidade que mais ganhou empregos com elevação de 0,40% no estoque de empregos em relação ao mês anterior (87 vagas) . No quadrimestre, Arapongas foi a única a apresentar saldo negativo de 39 postos (foram 6.116 admissões contra 6.255 desligamentos). No acumulado do ano, Ibiporã (646),  Rolândia (524) e Cambé (236) tiveram saldo positivo de empregos.

Imagem ilustrativa da imagem Londrina gera mais empregos pelo quarto mês consecutivo Imagem ilustrativa da imagem Londrina gera mais empregos pelo quarto mês consecutivo
|  Foto: Gustavo Pereira Padial
 

Considerando todas as cinco cidades analisadas, o setor que se destacou em relação à geração de empregos formais foi o da indústria com 58 postos, seguido de serviços com 41 postos e da construção civil com saldo de 40 empregos. O destaque negativo ficou com a agropecuária, perda de 116 postos com carteira assinada. 

Para o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, esse desempenho reflete o planejamento estratégico da cidade. “Esse desempenho muito positivo na empregabilidade nos últimos meses é fruto de termos definido uma estratégia a longo prazo, mas, principalmente, da implementação dessas ações todos os dias”, pontuou.

Leia mais: https://www.folhadelondrina.com.br/economia/e-na-industria-que-a-tecnologia-e-materializada-e-cria-valor-3206392e.html

O secretário do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos, acredita que todo esse trabalho oportunizará ainda mais vagas de emprego para o trabalhador londrinense. “Quando o empresariado da cidade olha para Londrina e vê uma economia pujante, um poder público preocupado em oferecer soluções e uma sociedade civil participativa nos rumos de desenvolvimento que queremos para a cidade, ele sente segurança em fazer investimentos e contratações. Isso mantém o mercado aquecido e, consequentemente, cria mais e mais postos de trabalho”, explicou Santos.

NO PAÍS

De acordo com o novo Caged , o emprego celetista no Brasil apresentou crescimento em abril de 2022, registrando saldo de 196.966 postos de trabalho. No acumulado do ano, foi registrado saldo de 770.593 empregos, decorrente de 7.715.322 admissões e de 6.944.729 desligamentos (com ajustes até abril de 2022).

Dos 27 estados brasileiros, 25 apresentaram resultado positivo e o Paraná entre elas. O Estado foi o sétimo a apresentar o melhor saldo na geração de empregos com carteira assinada, resultado de 138.054 contratações e 129.129 desligamentos, resultando um saldo positivo de 8.925 novos postos de trabalho o que representou avanço de 0,31% em relação ao estoque de trabalhadores em março.  (Com informações do Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina).

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link.