São Paulo - O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) abriu, nesta quarta-feira (14), um novo concurso para contratar 7.795 recenseadores e 436 agentes censitários para a realização do Censo 2022 em diversas localidades no Brasil.

As inscrições devem ser feitas presencialmente em um dos postos de inscrição do IBGE.

Os recenseadores são os responsáveis por coletar as informações pertinentes ao Censo, enquanto os agentes censitários monitoram a atividade na rua, auxiliando o recenseador para a realização adequada das entrevistas.

QUANTO TEMPO DURA O CONTRATO?

O contrato de trabalho dos recenseadores tem duração de três meses, podendo ser prorrogado com base na necessidade das atividades previstas para o Censo.

Para os agentes, o tempo mínimo é de 5 meses, também com possibilidade de prorrogação. Neste caso, a inscrição será única. Serão oferecidas vagas de agente censitário municipal (ACM) aos candidatos que obtiverem melhor classificação no processo seletivo.

LEIA TAMBÉM:

= IBGE conclui 55% da coleta de dados do Censo em Londrina

QUAL É O SALÁRIO?

A remuneração para recenseadores será por produção, calculada por setor censitário e outras condições de trabalho conforme taxas fixadas e de conhecimento prévio do recenseador.

Para os agentes censitários municipais, a remuneração mensal será de R$ 2.100; para agentes censitários supervisores, R$ 1.700.

QUAL É A CARGA DE TRABALHO?

No caso dos recenseadores, é recomendável o mínimo 25 horas semanais, além da participação obrigatória no treinamento para o cargo. Para o cargo de agente, são 8h diárias -40h semanais.

COMO SE INSCREVER?

Para se inscrever, o candidato deverá comparecer a um dos postos de inscrição do IBGE, relacionados no Anexo I da versão completa do edital, e entregar o formulário de inscrição, disponível no Anexo III do edital na íntegra. Não será cobrada taxa de inscrição.

QUAIS SÃO OS PRÉ-REQUISITOS DAS DUAS FUNÇÕES?

O pré-requisito de escolaridade para a função de recenseador é o ensino fundamental completo. Já para os agentes censitários, é necessário o ensino médio completo.

O IBGE exige também que os interessados tenham "capacidade auditiva e de comunicação verbal para realizar entrevistas e coletar dados fazendo uso de dispositivo móvel de coleta", bem como capacidades motoras para fazer a pesquisa em locais de difícil acesso, como morros ou áreas rurais, além de habilidade para manusear o aparelho que colhe as respostas do Censo.

Além disso, para se candidatar, é necessário ter:

-No mínimo 18 anos e ensino fundamental completo

-Estar em dia com as obrigações eleitorais

-Ter pleno gozo dos direitos políticos

-Ter aptidão física e mental para o cargo

- Nacionalidade brasileira ou portuguesa.

Candidatos com deficiência deverão marcar opção específica para essa condição no formulário e apresentar laudo médico expedido há, no máximo, 12 meses.

Além disso, os candidatos não podem possuir empresas em seu nome ou como sócios, incluindo os MEI (Microempreendedor Individual).

COMO É FEITA A SELEÇÃO?

A seleção dos candidatos será feita por análise curricular dos inscritos.

¨¨

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.