|
  • Bitcoin 118.038
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3407
Londrina

CV Folha

m de leitura Atualizado em 11/03/2022, 18:55

Qual o valor da escola para a formação humana?

É dever da escola proporcionar a formação acadêmica do aluno, mas também ensinar habilidades sociais duradouras

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 11 de março de 2022

CV Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante
. .
. |  Foto: Divulgação
 

A escola é uma das principais provedoras do conhecimento adquirido durante a infância e a adolescência - na chamada educação básica. É dever da escola proporcionar a formação acadêmica do aluno, mas também de ensinar habilidades sociais duradouras, que irão educar para a vida e para a formação de uma sociedade mais justa. É um preparo capaz de desenvolver a consciência social do indivíduo: a formação humana.

A Formação Humana é um componente curricular que se ocupa da construção de um  indivíduo mais envolvido na sociedade, que entende a importância e o impacto que cada pessoa tem na vida do outro, por meio da empatia e do reconhecimento das emoções, além de estimular o estudante a buscar o desenvolvimento das potencialidades, intelectuais e emocionais, por meio do autoconhecimento. Dessa forma, o estudante desenvolve habilidades essenciais para o exercício da cidadania e também para sua inserção no mercado de trabalho.

Neste ano, em Londrina, o Bilingual Integrated Program conta com o componente de Formação Humana ministrado em língua inglesa - o Social Emotional Learning. Para o professor dos Anos Finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio do Colégio Positivo - Santa Maria, Fernando Cavalcante de Oliveira, a disciplina é um diferencial importante para promover o acesso e a atuação do estudante no mundo globalizado em que vivemos.

“A Formação Humana foca em um dos valores do Grupo Positivo, que é a ‘ética’ e trabalha com um roteiro de atividades para desenvolver autoconhecimento, respeito e empatia, além de prepará-lo para o empreendedorismo. O objetivo é ensiná-lo a lidar com seus sentimentos e também sobre a tomada de decisões conscientes para criar ambientes de cooperação e respeito. Por isso, esse componente curricular se torna importante também na formação do aluno como cidadão do futuro”, comenta o professor.

Segundo Fernando, a escola desempenha o importante papel de desenvolver no aluno as competências necessárias para que ele cresça como cidadão plenamente reconhecido e consciente de seus direitos e deveres. “Nos colégios do Grupo Positivo, a formação humana atua com quatro eixos de organização: o autoconhecimento, a empatia, o empreendedorismo e a prática empreendedora. Cada um deles é adaptado ano a ano para a faixa etária de cada ano de ensino, ou seja, é um processo de aprendizado e revisão constantes. 

No primeiro momento, apresentamos dinâmicas e atividades lúdicas, focadas no autoconhecimento e no autorrespeito. Depois, as atividades são voltadas à empatia e ao trabalho em equipe, pois o foco é ‘o outro’ e o respeito pelo próximo. Por fim, os dois últimos eixos são trabalhados em conjunto, abordando temas referentes a problemas de caráter coletivo e simulando situações do mundo empreendedor. 

O estudante também é instruído sobre o funcionamento básico de um negócio é convidado a projetar um empreendimento, com base nos dezessete ODS da ONU*. Dessa forma, ele precisa buscar soluções reais que possam impactar positivamente o grupo em que está inserido e a sociedade como um todo. O exercício da formação humana promove uma educação que perdura por toda a vida”, finaliza.

*ODS são Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, criados pela Organização das Nações Unidas, para nortear as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional nos próximos quinze anos. 

Os ODS contemplam uma agenda com 17 objetivos para trazer melhorias à humanidade e ao planeta, os quais devem ser atingidos até 2030: Erradicação da Pobreza; Fome Zero; Saúde e Bem-Estar; Educação de Qualidade; Igualdade de Gênero; Água Potável e Saneamento; Energia Limpa e Acessível; Trabalho Decente e Crescimento Econômico; Indústria, Inovação e Infraestrutura; Redução das Desigualdades; Cidades e Comunidades Sustentáveis; Consumo e Produção Responsáveis; Ação Contra a Mudança Global do Clima; Vida na Água; Vida Terrestre; Paz, Justiça e Instituições Eficazes; e Parcerias e Meios de Implementação.

O Colégio Positivo faz parte do PEA-Unesco (Programa das Escolas Associadas da Unesco), comprometendo-se a atuar em busca de quatro objetivos principais: a aprendizagem intercultural (conhecimento efetivo sobre outras culturas); a adoção de atitudes para uma vida sustentável (que respeitem o meio ambiente); a promoção de uma cultura de paz (tratada de forma realista e focada em temas atuais); e o esclarecimento acerca do próprio funcionamento e importância das Nações Unidas. Além do Colégio Positivo, escolas de 130 países fazem parte da iniciativa.